Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Como evitar e tratar queimaduras

Em casa ou no trabalho, saiba o que fazer para se prevenir desse problema e eventualmente socorrer uma vítima

Por Theo Ruprecht Atualizado em 27 out 2017, 13h08 - Publicado em 6 jun 2017, 08h29

O Dia Nacional de Luta contra as Queimaduras serve para nos lembrar dos mais de 1 milhão de brasileiros que sofrem com esse problema por ano. Mais: a data reforça a necessidade de adotarmos medidas que minimizem o risco de um acidente desse tipo.

Para ajudar a evitar queimaduras em casa e no ambiente de trabalho, recorremos ao cirurgião plástico Luiz Philipe Molina, do Centro de Trauma do Hospital 9 de Julho, e a Ricardo Machado, diretor de Sistemas Especiais da Engemon. Ambos ofereceram sua expertise para que você tenha um dia a dia seguro — e saiba lidar com uma eventual emergência. Confira:

Para prevenir queimaduras

  • No fogão, priorize as bocas do fundo para diminuir o risco de um encontrão com os cabos das panelas. Se houver crianças na casa, o cuidado deve ser redobrado. Caso as bocas da frente também sejam usadas, não deixe os cabos voltados para fora.
  • Mantenha os produtos de limpeza fora do alcance de crianças.
  • Utilize protetores de tomadas e passa-fio para não deixar fios elétricos expostos e ao alcance das mãos.
  • Você é eletricista? Se não, evite fazer manutenções no quadro de força por conta própria. Consulte sempre um profissional.
  • Nunca tente recuperar algo que foi pendurado em postes. Queimaduras em fios de alta tensão são gravíssimos — podem levar até mesmo a amputação de membros.
  • Caso seja fumante, evite fumar deitado. As cinzas quentes podem incendiar o estofado. Melhor nem chegar perto do cigarro.
  • Também não fume perto de quaisquer produtos inflamáveis. Parece óbvio, mas isso é bem comum.
  • No lugar de álcool, compre acendedor de carvão para a churrasqueira.
  • Não sobrecarregue uma tomada com vários equipamentos ligados ao mesmo tempo.
  • Independentemente de onde estiver — e em especial no serviço —, respeite a sinalização de combate e ação em casos de incêndio. Vale a pena gastar uns minutinhos para saber como proceder em caso de uma emergência.
  • Não obstrua acessos de passagem de emergência, nem o de extintores.
  • Mantenha materiais combustíveis em local seguro.

Como socorrer uma vítima de queimadura

  • O atendimento na primeira hora após o trauma minimiza edemas. Independentemente do grau, a vítima precisa ser imediatamente encaminhada ao pronto-socorro.
  • Esqueça as inúmeras crenças populares. Pasta de dentes, manteiga, pó de café, clara de ovo, folha de bananeira, açúcar… nada disso deve ser usado na vítima. Além de sujar o local da lesão, essas substâncias podem agravar o quadro, retardando o tratamento e a cicatrização.
  • O socorro rápido e especializado é fundamental para minimizar futuras sequelas e evitar o risco de infecções, já que o corpo fica fragilizado pelos ferimentos. Informe-se sobre centros de referência em queimaduras.
Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês