Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

40 anos de RPG: o que é e para que serve

Reeducação postural global comemora aniversário com novo livro que aborda o legado e o futuro do método. Conheça

Por Ingrid Luisa Atualizado em 19 jul 2022, 10h31 - Publicado em 19 jul 2022, 10h30

Quatro décadas de existência e centenas de pesquisas no currículo colocaram o sistema RPG no panteão das principais técnicas de fisioterapia da atualidade.

Inventado pelo fisioterapeuta francês Philippe Souchard, o método trouxe um novo olhar para a prevenção e o tratamento de problemas osteomusculares.

De forma simplificada, pode-se dizer que o diferencial está na abordagem “global” indicada pelo nome: enquanto a fisioterapia clássica trata uma dor nas costas ou na perna focando o local afetado, a RPG amplia a visão sobre o corpo do paciente, buscando entender como ele se move naturalmente e como anda sua postura.

“Uma torção no tornozelo pode originar dores em vários outros locais do corpo. Por isso, a globalidade do quadro exige um tratamento também global”, afirma Souchard a VEJA SAÚDE. “Além disso, cada pessoa reage de uma maneira única a estímulos, e, na RPG, levamos isso em conta para direcionar a forma de tratar”, explica o pai do método.

+Leia Também: A gamificação no tratamento e na reabilitação dos pacientes

Celebrando os 40 anos de RPG, a Summus Editorial publica Reeducação Postural Global — A Tradição, o Presente e o Futuro, organizado por Souchard e outros três professores da área.

A obra traz textos que destrincham os fundamentos da abordagem e sua aplicação em problemas de saúde diversos, como escoliose e disfunção temporomandibular (DTM).

Continua após a publicidade

Olhando lá na frente, Souchard prevê que o ensino do método vai evoluir e tornar-se semipresencial, aumentando o acesso pelo mundo.

posturas do RPG e explicações
Clique na imagem para ampliar e aproximar. Ilustração:editoria de arte/Veja Saúde/SAÚDE é Vital

+Leia Também: A explosão do crossfit

RPG na rotina de exercícios

Problemas posturais e dores musculares são consequências comuns na vida de quem treina. Sobrecarga e erro na execução de movimentos costumam provocar lesões em braços, pernas, coluna e companhia.

Não é à toa que a RPG é cada vez mais utilizada na preparação e no suporte de atletas amadores e profissionais. A ideia é atuar tanto na prevenção como na recuperação de lesões musculares e articulares.

O método busca melhorar o tônus, a função e a força muscular, o alinhamento articular, a coordenação e o equilíbrio.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês