BLACK FRIDAY: ASSINE a partir de R$ 1 por semana
Imagem Blog

Pediatria Descomplicada Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Garantir saúde, carinho e bem-estar na infância. Esse é o objetivo de cada linha escrita por Kelly Oliveira, pediatra e consultora internacional de amamentação.
Continua após publicidade

Agosto dourado: a importância da amamentação para mãe e bebê

Os benefícios são inúmeros, e as dúvidas que surgem nesse período também… Vamos conversar sobre elas?

Por Kelly Oliveira
10 ago 2023, 15h56

O Agosto Dourado é uma campanha mundial que busca ressaltar a importância do aleitamento materno e conscientizar a sociedade sobre os benefícios que ele traz tanto para o bebê quanto para a mãe.

Entrando nesse assunto, então, irei explicar a seguir como a amamentação funciona e esclarecer pontos fundamentais para que ela seja bem-sucedida.

Vamos lá!

Quais são os benefícios do aleitamento para o bebê?

O leite materno é um tesouro da natureza que oferece uma gama de benefícios inigualáveis para o desenvolvimento e a saúde do bebê. Entre eles:

Continua após a publicidade
  • Nutrição sob medida: o leite materno é uma fonte completa e equilibrada de nutrientes essenciais, adaptando-se às necessidades em constante mudança do bebê. Ele contém proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais em proporções ideais para um crescimento saudável.
  • Proteção imunológica: o colostro, o primeiro tipo de leite produzido pela mãe, é rico em anticorpos e células de defesa. Isso proporciona proteção inicial contra infecções e ajuda a fortalecer o sistema imunológico durante os primeiros dias e semanas de vida.

+ Leia tambémAmamentação pode evitar Covid-19 em bebês

  • Desenvolvimento do cérebro e dos olhos: o leite materno contém ácidos graxos essenciais, como o DHA, que são fundamentais para o desenvolvimento saudável desses órgãos.
  • Prevenção de doenças crônicas: bebês amamentados têm menor risco de desenvolver doenças crônicas, como obesidade, diabetes tipo 1 e alergias alimentares.
  • Digestão e absorção eficientes: O leite materno é facilmente digerível, reduzindo o risco de desconfortos gastrointestinais, como cólicas e constipação.

Qual a importância da amamentação para a mãe?

A mulher também se beneficia muito da prática.

  • Recuperação pós-parto: o aleitamento auxilia na contração do útero após o parto, acelerando sua recuperação e reduzindo a incidência do sangramento pós-parto.
  • Perda de peso: amamentar queima calorias, o que pode auxiliar as mães a eliminar os quilos extras adquiridos durante a gravidez.
  • Prevenção de doenças: redução do risco de câncer de mama e de ovário, além de diminuir a chance de desenvolver osteoporose.
  • Vínculo emocional: a amamentação cria um vínculo íntimo entre mãe e bebê, promovendo o contato pele a pele e liberando hormônios do amor, como a ocitocina, que fortalecem o laço emocional.

Tipos de aleitamento materno

Entender os diferentes tipos de aleitamento é essencial para tomar decisões informadas sobre a nutrição do bebê, adaptando-se às necessidades individuais e às recomendações médicas.

Continua após a publicidade

São três principais:

  • Aleitamento materno exclusivo: Consiste em alimentar o bebê apenas com leite materno, sem oferecer nenhum outro alimento ou líquido, exceto medicamentos ou suplementos recomendados pelo profissional de saúde. É recomendado até os seis meses de vida.
  • Aleitamento complementado: Após os seis meses, é introduzida uma alimentação complementar, enquanto o leite materno continua sendo uma parte importante da dieta. O aleitamento complementado é recomendado até pelo menos os dois anos de idade, com a manutenção do leite materno.
  • Aleitamento prolongado: Continua além dos dois anos, com o leite materno ainda desempenhando um papel relevante na nutrição e no vínculo emocional.

+ Leia também: Como alcançar as metas de aleitamento materno propostas pela OMS

Orientações para um aleitamento materno bem sucedido

Aqui estão algumas dicas de ouro para conseguir amamentar bem o bebê:

Continua após a publicidade
  • Início precoce: iniciar a amamentação logo após o nascimento é crucial, tanto pela importância nutricional do colostro, quanto para estimular a produção de leite e a formação do vínculo entre mãe e filho.
  • Posição e pega: posicionar o bebê corretamente no seio e garantir uma pega eficaz são medidas que evitam desconfortos e garantem uma sucção adequada.
  • Livre acesso e demanda: oferecer o peito sempre que o bebê mostrar sinais de fome, permitindo que ele se alimente livremente e estabeleça seu próprio ritmo.
  • Alimentação noturna: a amamentação durante a noite fornece nutrição contínua e sustenta o crescimento do bebê.
  • Alimentação complementar adequada: introduzir alimentos complementares após os seis meses de vida, mantendo o leite materno como parte importante da dieta.
  • Hidratação e cuidados maternos: mães devem manter-se hidratadas, com uma dieta equilibrada e descansando sempre que possível para garantir a qualidade e a quantidade do leite.

Agosto Dourado

Como expliquei no início do texto, o Agosto Dourado é uma campanha mundial focada na amamentação.

Durante todo o mês, diversas ações são realizadas para disseminar informações e incentivar as mães a optarem por esse ato de amor e nutrição.

Um dos principais objetivos dessa campanha é empoderar as mães com embasamento e a desmistificação de estigmas e desafios, promovendo uma abordagem positiva e acolhedora.

Continua após a publicidade

Quando as mulheres estão bem informadas, se sentem mais confiantes para tomar decisões conscientes sobre a alimentação de seus bebês.

A escolha da cor dourada para representar a campanha não é por acaso. O dourado simboliza a preciosidade, o valor inestimável do leite materno e a nobreza desse gesto.

Assim como o ouro é um metal nobre, o leite materno também é um tesouro nutritivo e emocional.

Continua após a publicidade

A amamentação é uma jornada única e valiosa. Cada mamada é um presente de saúde, um investimento no futuro brilhante do seu bebê e um testemunho do poder do cuidado materno.

Portanto, abracem essa jornada com amor, confiança e apoio mútuo.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A melhor notícia da Black Friday

Assine VEJA SAÚDE pelo melhor preço do ano!

BLACK
FRIDAY

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana

a partir de R$ 1,00/semana*
(Melhor oferta do ano!)

ou

BLACK
FRIDAY
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

a partir de R$ 9,90/mês
(Melhor oferta do ano!)

ou
ou ainda

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app. Acervos disponíveis a partir de dezembro de 2023.
*Pagamento único anual de R$52, equivalente a R$1 por semana.