Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
O Fim das Dietas Por Blog Antonio Lancha Jr, professor titular com mestrado, doutorado e livre docência em Nutrição pela USP e autor do livro O Fim das Dietas (Ed. Abril), indica como emagrecer sem cair em promessas furadas.

Escolha o corpo em que você quer morar

Para mudar seu estilo de vida, é necessário buscar recompensas mais fortes que as encontradas em hábitos pouco saudáveis. Saiba como fazer isso!

Por Professor Antonio Herbert Lancha Jr. 17 jan 2017, 18h09

É atribuído a São Francisco de Sales a seguinte frase: “Cuide do seu corpo para que sua alma se sinta bem nele”. E ela provoca uma reflexão importante: como nos reconhecemos?

Ter em mente o que de fato desejamos é o primeiro passo para alcançar nossas metas. O seu objetivo deve ser também a sua recompensa, que será alcançada com determinado empenho. Sim, esse esforço envolve mudanças de comportamento energeticamente custosas. Na Física, chamam isso de entropia negativa.

Leia também: É possível emagrecer nas férias

O fato é que certos hábitos oferecem recompensas imediatas, que por vezes nos fazem esquecer do foco mais importante (e que trará um prêmio mais valoroso). Vou dar um exemplo: o desejo de abandonar o tabagismo. Assisti a esse desafio de perto, porque meu pai era um fumante inveterado.

Quantas pessoas se comprometem a parar de fumar no final do ano? Não sei se é o seu caso, mas, para que esse compromisso siga adiante, precisaremos substituir a recompensa que o cigarro confere por outra mais poderosa.

Agora no começo do ano de 2017, publicamos um artigo que explica e comprova esse fenômeno. Esse modelo, aliás, também está presente em nosso livro O Fim das Dietas, publicado pela revista SAÚDE e pela Editora Abril. Para facilitar seu entendimento, tirei a imagem abaixo do livro:

Pirâmide do novo comportamento
Ilustração: Thiago Lyra
Continua após a publicidade

O triângulo pequeno representa o padrão que você quer mudar. O gatilho (um momento de ansiedade, por exemplo) dispara uma atitude automática, (como acender um cigarro) que gera uma recompensa imediata (relaxar). Para mudar esse padrão, precisamos de um novo hábito que traga uma nova recompensa.

Exemplo: na presença da ansiedade, ligue a um amigo para dar uma pausa na rotina (novo hábito), o que vai desembocar em uma nova recompensa. No caso, melhorar a saúde, conviver com a família sem prejudicar a si e a terceiros… e ainda relaxar por meio de um bate-papo, sem o cigarro.

Como podemos ver no esquema, o triangulo pequeno (o hábito antigo) continuará dentro de você por toda a vida. Mas dá para deixá-lo bem apagadinho. Para isso, o comportamento mais balanceado precisará ser repetido, repetido e repetido até virar a regra.

O padrão antigo, em alguns momentos, pode voltar. Isso é até esperado e normal. Caso a recaída ocorra, não considere que perdeu o jogo. É apenas uma recaída. Levante-se e siga adiante.

Vamos então programar aquela mudança que você se prometeu no final de 2016? Pense no gatilho para hábitos que quer abandonar e no comportamento que deseja adotar. Em seguida, concentre-se na nova recompensa e escreva isso onde você possa visualizar quando o gatilho for disparado. Em seguida, mova-se em direção ao novo comportamento.

Importante: não terceirize a responsabilidade do sucesso ou fracasso a ninguém. Lembre-se que, para a mudança no estilo de vida, não adianta mudar de local. Se está estressado em São Paulo e se mudar para a Inglaterra, o estresse embarcará contigo na sua mente. Normalmente escutamos: eu não tive oportunidade, meu chefe não gosta de mim etc. Evite cair nesses lugares comuns.

No mais, esteja preparado para o sucesso. Bons resultados muitas vezes fazem com que aqueles sem a sua força tentem trazê-lo para baixo. Seus amigos tabagistas podem insistir para você voltar a fumar e se juntar a eles no lado de fora do bar. Para isso, cabe uma frase de Gonçalves Dias que meu amado pai gostava muito: “A vida é combate que os fracos abate, que os fortes, os bravos só pode exaltar”.

Seja corajoso!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)