Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Com a Palavra Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde
Continua após publicidade

Smartwatches podem ser grandes aliados da saúde do coração

Executivo conta como os relógios inteligentes estão aprimorando o cuidado com o corpo e a prevenção de problemas de saúde

Por Bruno Freitas, gerente de wearables da Samsung*
Atualizado em 18 dez 2023, 11h09 - Publicado em 13 dez 2023, 09h11

A revolução tecnológica trouxe consigo uma série de dispositivos inovadores desenvolvidos para promover uma melhora significativa em nossas vidas. Entre esses dispositivos, os smartwatches – ou relógios inteligentes – têm se destacado, ao desempenhar um papel fundamental na busca pelo bem-estar. Hoje, como demonstram alguns dados e estudos, eles já podem auxiliar na prevenção e controle de doenças cardiovasculares.

Uma das contribuições mais significativas dos smartwatches é a capacidade de monitoramento contínuo da frequência cardíaca. Com sensores avançados integrados, esses dispositivos são capazes de rastrear as batidas do coração em tempo real, proporcionando uma visão abrangente da saúde cardíaca.

Essa funcionalidade permite que as pessoas identifiquem anormalidades na frequência cardíaca, como a fibrilação atrial, um tipo de arritmia potencialmente grave. Presente em smartwatches como o Galaxy Watch6 (clique para comprar), a notificação de frequência cardíaca irregular é um recurso importante, pois informa a manifestação de possíveis problemas cardíacos que requerem atenção médica imediata.

Veja: o relógio e o aplicativo conectado a ele não são ferramentas de diagnóstico clínico, mas, quando os dados fornecidos são interpretados junto ao médico, ajudam a se antecipar a perigos e agilizar as tomadas de decisão.

+ LEIA TAMBÉM: Estudo aponta medidas urgentes para frear epidemia de doenças cardíacas

Smartwatches também têm a capacidade de detectar níveis de estresse, um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardíacas. Por meio da tecnologia aplicada nos smartwatches, os dispositivos podem avaliar os indicadores fisiológicos associados ao estresse, fornecendo insights sobre o nível de tensão.

Esse conhecimento pode nortear medidas preventivas, uma vez que permite que as pessoas identifiquem momentos de grande tensão e tomem medidas para reduzi-la.

Sabemos que a manutenção da saúde cardíaca é mais vital do que nunca, e a atividade física desempenha um papel crucial nesse processo. Um smartwatch permitirá uma visão holística do bem-estar, uma vez que costuma ser equipado com sensores de movimento que registram a quantidade de atividade realizada ao longo do dia – desde a quantidade de passos até, em modelos mais modernos, o acompanhamento de acordo com o tipo de exercício, seja corrida, seja natação.

A adoção de um estilo de vida dinâmico é uma estratégia eficaz na prevenção de doenças cardíacas, uma vez que fortalece o coração, melhora a circulação e controla o peso corporal.

Continua após a publicidade

Os smartwatches também já oferecem funcionalidades de acompanhamento e treinamento do sono. E sabemos que um sono de qualidade desempenha um papel vital na saúde cardiovascular – não por menos, a privação já foi ligada por pesquisas a maior risco de problemas no peito. Os dispositivos, por sua vez, monitoram os padrões de sono, avaliam a qualidade do descanso e fornecem sugestões para melhorar o sono.

Em resumo, os smartwatches têm se mostrado verdadeiros aliados na prevenção de doenças cardíacas e cardiovasculares. Por meio do monitoramento contínuo da frequência cardíaca e notificação de frequência cardíaca irregular, bem como a detecção de estresse, incentivo à atividade física e acompanhamento do sono, esses dispositivos capacitam as pessoas a tomar medidas proativas e positivas em relação à própria saúde.

Com a crescente conscientização sobre os benefícios desses dispositivos, ao adotar um smartwatch, as pessoas estão não apenas adicionando uma segunda tela ou um acessório fashion moderno e elegante à rotina, mas também investindo numa tecnologia que, combinada com acompanhamento médico e mudanças no estilo de vida, pode melhorar a própria saúde cardíaca e o bem-estar geral.

Compartilhe essa matéria via:

* Bruno Freitas é gerente sênior de Wearables de Mobile Experience da Samsung Brasil

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.