Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Com a Palavra Por Blog Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde

O papel da proteína em um estilo de vida saudável

Médico explica a importância da proteína na dieta e por que a ingestão adequada ajuda a conservar a massa muscular e controlar o peso

Por Dr. Nataniel Viuniski, nutrólogo* Atualizado em 31 jul 2020, 20h20 - Publicado em 1 ago 2020, 10h30

A proteína é um dos nutrientes que mais ficaram nos holofotes nos últimos anos. E o interesse e o consumo deixaram de ser foco apenas da turma que puxa ferro e busca um corpo musculoso e tonificado. Cada vez mais pessoas procuram adotar uma alimentação equilibrada, dedicando um bom espaço a esse nutriente.

De fato, inúmeras pesquisas confirmam os benefícios da ingestão de proteína não só para o ganho e a manutenção da massa muscular mas também no aumento da saciedade, no controle do peso e na qualidade de vida em diferentes faixas etárias.

As constatações da ciência e os desenvolvimentos da indústria permitiram também que, além de colocar mais fontes de proteína no prato (carnes, ovos, laticínios etc.), as pessoas passassem a buscar produtos com doses extras do nutriente. O número desses itens aumentou bastante nos últimos anos, atendendo diversos públicos e objetivos. Hoje é possível encontrar opções variadas e apetitosas que ajudam a atingir a quantidade recomendada de proteína na dieta. Isso inclui barrinhas, bebidas, sopas e outros preparos para vitaminas e receitas doces e salgadas.

Mas, para assegurar que o corpo tenha uma boa musculatura (um fator de proteção à saúde), não basta garantir o consumo adequado de proteínas. É preciso investir em um programa de atividade física que não deixe de contemplar exercícios de resistência, como a famosa musculação. Juntos, esses hábitos atuam na prevenção da sarcopenia, perda de massa muscular que afeta principalmente pessoas a partir dos 40 anos.

Outro ponto que faz da proteína uma aliada da saúde é o fato de promover saciedade por mais tempo. Essa capacidade ajuda no controle do peso e é bem-vinda a quem deseja ou precisa emagrecer. Como o nutriente demora mais tempo a ser digerido, tende a manter a pessoa sem fome por mais tempo, o que contribui para uma ingestão menor de calorias.

Preste atenção no seu consumo de proteínas na rotina e, se for o caso, converse com seu médico ou nutricionista a respeito.

* Dr. Nataniel Viuniski é médico nutrólogo especialista em obesidade e membro do Conselho para Assuntos Nutricionais da Herbalife Nutrition.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)