Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Com a Palavra Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde
Continua após publicidade

Como a atividade física ajuda a prevenir doenças periodontais

Estudo mostra que prática regular de exercícios está associada a uma redução de 20% no risco de periodontite

Por Alexandre Ravani, cirurgião-dentista*
7 fev 2024, 16h00

Numa sociedade em constante busca por qualidade de vida, é fundamental explorarmos as conexões entre hábitos saudáveis e saúde bucal. Pois um estudo publicado na revista Journal of Periodontology, em setembro de 2023, mostrou que, entre 1 500 pessoas, aquelas que praticavam exercícios regularmente tinham um risco 20% menor de desenvolver periodontite

Ou seja, o exercício físico se revela um aliado poderoso na prevenção de doenças periodontais – condições que afetam os tecidos que sustentam os dentes, incluindo a gengiva, o ligamento periodontal e o osso alveolar. Elas são causadas pela acumulação de placa bacteriana abaixo da linha gengival.

Ora, se não é removida regularmente com uma boa higiene oral, essa placa endurece e forma o tártaro, um depósito calcificado que pode irritar e causar inflamação. Quando ela é crônica, pode resultar em danos severos, inclusive perda óssea e tecidual.

+Leia também: Gengivite: causas, sintomas e como tratar

Há fatores de risco que merecem nossa atenção para identificar uma periodontite, como: maus hábitos de higiene oral, predisposição genética e certas enfermidades sistêmicas, como diabetes e HIV. A escovação e uso regular do fio dental são a base para evitar a acumulação da temida placa bacteriana.

Continua após a publicidade

E as atividades físicas? Elas são um agente ativo na redução do processo inflamatório. A produção aumentada de citocinas anti-inflamatórias, a diminuição dos níveis de cortisol – hormônio associado às infecções – e a melhoria da circulação sanguínea são mecanismos pelos quais o exercício exerce seu impacto positivo. 

Em resumo, a atividade física não apenas aprimora a circulação sanguínea, garantindo uma melhor oxigenação e nutrição dos tecidos, como também regula a inflamação sistêmica, um fator adicional de risco para patologias periodontais.

BUSCA DE MEDICAMENTOS Informações Legais

DISTRIBUÍDO POR

Consulte remédios com os melhores preços

Favor usar palavras com mais de dois caracteres
DISTRIBUÍDO POR

Quanto aos tipos de exercícios mais eficazes, os aeróbicos são os protagonistas. Caminhar, correr, pedalar ou nadar são atividades que, comprovadamente, contribuem para uma circulação sanguínea otimizada, fortalecendo nossas defesas. 

Continua após a publicidade

Além disso, outras medidas merecem destaque na prevenção. A higiene oral meticulosa, visitas regulares ao dentista e o controle do estresse são essenciais. Essa abordagem combinada é o caminho para uma saúde integral e duradoura.

*Alexandre Ravani é CEO e sócio-fundador da rede de clínicas odontológicas PróRir, cirurgião dentista formado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e pós-graduado em harmonização orofacial pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.