Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Com a Palavra

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde
Continua após publicidade

Abdominoplastia: dos mitos aos benefícios

Cirurgião plástico explora as principais indicações e contraindicações do procedimento

Por Marco Aurélio Guidugli, cirurgião plástico*
18 jun 2024, 10h18

A abdominoplastia, popularmente conhecida como cirurgia do abdome, é um procedimento cirúrgico que visa remodelar e firmar a região abdominal.

Ela é frequentemente indicada para pacientes que apresentam flacidez na pele do abdome, acúmulos de gordura e separação dos músculos abdominais (diástase), condições comuns após gestações ou grandes variações de peso.

O procedimento é ideal para pessoas que, apesar de manterem um peso saudável, não conseguem eliminar o excesso de pele e a distensão muscular através de exercícios físicos e dieta.

Embora seja bastante segura, desde que realizado por um cirurgião plástico qualificado, a abdominoplastia possui contraindicações específicas.

Pessoas que planejam perder muito peso ou mulheres que ainda desejam engravidar são aconselhadas a adiar a cirurgia, uma vez que variações significativas na balança podem alterar os resultados.

Além disso, pacientes tabagistas, com problemas cardiovasculares significativos, diabetes descontrolada ou distúrbios de coagulação devem avaliar cuidadosamente os riscos.

Mitos da abdominoplastia

Mito 1: É uma solução rápida para emagrecer

A abdominoplastia não é uma cirurgia de perda de peso. O objetivo é remover excesso de pele e fortalecer os músculos da região abdominal, mas ela não substitui práticas saudáveis, como dieta e exercício.

Continua após a publicidade

Mito 2: Os resultados são imediatamente visíveis

Embora a melhora no contorno corporal seja imediatamente notável, o resultado final só pode ser visto após a diminuição do inchaço e a completa cicatrização, que pode levar de 9 a 12 meses.

+ Leia também: Lipoaspiração: tudo que você precisa saber sobre o procedimento

Mito 3: É um procedimento simples e sem riscos

Como qualquer cirurgia, ela pode envolver riscos, como infecção, sangramento, deiscência (abertura de pontos) ou complicações relacionadas à anestesia.

Uma equipe médica qualificada e um bom hospital minimizam significativamente riscos do procedimento. Seguir as orientações do cirurgião antes e após a operação também é crucial.

Clique aqui para entrar em nosso canal no WhatsApp

Benefícios da abdominoplastia

Embora muitas pessoas associem a abdominoplastia apenas à busca por uma estética corporal aprimorada, seus benefícios vão muito além da mera preocupação com a aparência física.

Continua após a publicidade

A seguir, destaco alguns dos principais:

  • Correção da diástase abdominal: Essa é uma condição na qual os músculos abdominais se separam, criando uma protuberância ou abaulamento na região do abdômen. A abdominoplastia corrige essa separação, fortalecendo e unindo os músculos abdominais. Isso não apenas melhora a estética, mas também ajuda na função muscular e na estabilidade do tronco.
  • Melhora da autoestima: Muitas pessoas que passam por uma abdominoplastia experimentam um aumento significativo na autoconfiança e autoestima. Ao se livrar do excesso de pele e gordura abdominal, elas se sentem mais confortáveis e confiantes em sua própria pele, o que pode ter impacto positivo em sua vida pessoal, social e profissional.
  • Alívio de desconforto físico: Para algumas pessoas, o excesso de pele e gordura abdominal pode causar desconforto físico, incluindo irritação da pele, erupções cutâneas, dor nas costas e dificuldade para encontrar roupas que se ajustem adequadamente. A abdominoplastia pode ajudar a aliviar esses sintomas, proporcionando conforto e melhorando a qualidade de vida.
  • Motivação para um estilo de vida saudável: Para manter os resultados do procedimento, é essencial adotar um estilo de vida saudável, que inclua uma dieta equilibrada e exercícios regulares. Muitas pessoas veem a abdominoplastia como um incentivo para adotar hábitos mais saudáveis, já que desejam manter a nova aparência da barriga.
  • Redução da pressão abdominal: A remoção de excesso de tecido abdominal durante a cirurgia pode diminuir a pressão sobre a bexiga e o assoalho pélvico, reduzindo os sintomas da incontinência urinária de esforço.
  • Alívio da dor lombar: a abdominoplastia também pode melhorar a postura. Com a força muscular abdominal restaurada, os pacientes muitas vezes conseguem manter uma postura mais ereta com menos esforço. Isso não apenas melhora a aparência geral, mas também contribui para a saúde da coluna vertebral a longo prazo.

Resumo da ópera: a abdominoplastia pode ser uma boa opção para pessoas que desejam melhorar a silhueta e aumentar o bem-estar. No entanto, é fundamental ter expectativas realistas e seguir as recomendações médicas para garantir a segurança e eficácia do procedimento.
Consulte um cirurgião plástico certificado para discutir suas opções e determinar se este é o procedimento mais adequado para você.

*Marco Aurélio Guidugli, médico cirurgião plástico, especialista em abdominoplastia e cirurgias de contorno corporal, mestre pela Universidade de São Paulo (USP) e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.