Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Medite contra a enxaqueca

Pintam evidências de que um tipo de meditação, a espiritual, ajuda a atenuar as dores de cabeça intensas

Por Karolina Bergamo - Atualizado em 26 jan 2017, 19h06 - Publicado em 11 jan 2017, 08h30

Medicina e espiritualidade estão cada vez mais dando as mãos para acalmar as aflições do corpo. Agora cientistas da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, constataram que a meditação espiritual diminuiu em 64% a frequência de episódios dolorosos em quem sofre de enxaqueca.

Leia mais: Meditação aquática alivia a dor da fibromialgia

E olha que nenhum dos 92 voluntários tinha experiência prévia com os quatro tipos de meditação avaliados: espiritual, interna, externa e relaxante. Segundo os autores, a técnica não tem a ver com religião, mas, sim, com uma visão transcendente da existência.

“A meditação reduz a ansiedade, relaxa a musculatura e melhora a circulação. E a versão espiritual pode ser vantajosa porque traz significado para a vida”, comenta o neurologista Mario Peres, da Sociedade Brasileira de Cefaleia.

Continua após a publicidade

Leia mais: Luz verde ajuda a melhorar a enxaqueca

Experimente você

A meditação espiritual requer 20 minutos por dia. Siga os passos

1. O lugar

Sente-se em qualquer posição (desde que não seja propícia ao sono) em um local silencioso e sem distrações.

2. O mantra

Continua após a publicidade

Recite em voz alta uma frase de conotação espiritual, como “Deus é paz” ou “Deus é amor”, e a repita depois em silêncio.

3. A sentença

Embora o estudo tenha sido feito com frases envolvendo “Deus”, o termo pode ser substituído por outro.

4. A concentração

Continua após a publicidade

Para não se dispersar, foque em silêncio sobre a frase escolhida e pense em como ela se reflete em sua vida.

5. O ritmo

Caso sinta que está perdendo o foco, repita a frase em voz alta e, em seguida, continue com a meditação silenciosa.

Leia também: Música e meditação pelo bem do cérebro

Publicidade