Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Falta de opções de alimentos frescos pode abalar o peito

Morar longe de lojas que fornecem esses itens favoreceria a progressão de gordura nas artérias

Por Thiago Nepomuceno - Atualizado em 22 out 2016, 16h52 - Publicado em 18 ago 2016, 15h08

A ingestão diária de frutas, verduras e legumes é desses hábitos cruciais para manter a saúde nos trinques. Mas e quando as lojas que oferecem alimentos frescos não ficam tão próximas de casa? Segundo um novo estudo publicado no periódico Circulation, da Associação Americana do Coração, o peito sai perdendo. 

Cientistas acompanharam 5 950 adultos durante 12 anos e descobriram que a turma que não contava com esses estabelecimentos perto de casa tinha maior risco de apresentar uma progressão acelerada da aterosclerose. A relação era mais forte sobretudo entre indivíduos de meia-idade e mais velhos. Vale ressaltar que a doença é caracterizada pelo acúmulo de placas de gordura nas artérias, o que pode gerar diversos problemas cardíacos, como um infarto.

Publicidade