Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Noz-moscada: benefícios e como usar

A especiaria veio do outro lado do mundo para conservar alimentos e agregar sabor aos pratos. Conheça seus poderes

Por Manuela Biz Atualizado em 8 Maio 2017, 10h08 - Publicado em 20 mar 2017, 14h14

Origem: a noz moscada veio da Indonésia e da Índia para o Ocidente nos navios dos mercadores muçulmanos. Na época das Grandes Navegações, ela era essencial para conservar os alimentos.

Forma de uso: o tempero que conhecemos é a semente ressecada de uma noz de cerca de 1,5 centímetro. Para não perder o aroma, a especiaria deve ser triturada ou ralada apenas na hora de colocar no prato.

Com o que combina: seu sabor levemente adstringente acentua o gosto de carnes de sabor suave, como aves, e é apreciado em purês de legumes e receitas que levam queijos e leite. Também pode ser empregada em doces e compotas de frutas.

  • Com o que não combina: por acentuar o sabor dos ingredientes, a noz moscada não cai bem com carnes fortes.

    Benefícios nutricionais: na Índia, o tempero é conhecido por combater a ansiedade. Pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, afirmam que consumir um terço de colher de sopa de noz moscada diariamente ajudaria a aliviar sintomas da depressão — mas não dá pra cravar isso.

  • Fontes entrevistadas: Vanderli Marchiori, nutricionista e fitoterapeuta de São Paulo, e Rosângela Carvalho, nutricionista e fitoterapeuta do Rio de Janeiro

    Continua após a publicidade
    Publicidade