saudeLOGO Created with Sketch.

Os benefícios da atemoia

Ainda pouco popular, ela surpreende pelo teor de nutrientes. Cientistas estudam seu papel contra o câncer e doenças cardiovasculares

A engenheira agrônoma Maria Rosa Moraes submeteu a atemoia a um raio X em seu trabalho de doutorado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). “A casca dessa fruta tem dez vezes mais compostos fenólicos do que a polpa”, desvenda a pesquisadora. Esses elementos são famosos por combater radicais livres e, assim, dar uma força na prevenção de várias doenças – de males cardíacos a câncer. Já as sementes exibem alto teor de gorduras boas.

Enquanto não se encontra uma forma de aproveitar essas partes na cozinha, o recado é apostar na polpa, doce, saborosa e nutritiva. “Além de apresentar uma quantidade significativa de compostos fenólicos, ela possui quase tanto potássio quanto a banana”, afirma Maria Rosa. Está aí um mineral que auxilia na contração muscular e no controle da pressão arterial. Sem falar no cobre, também ostentado pela polpa, que participa da formação de enzimas envolvidas na manutenção do corpo.

Perfil completo

Origem: Flórida (Estados Unidos)

Ano de nascimento: 1907

Pai e mãe: a atemoia é resultado de um cruzamento entre a fruta-do-conde e a cherimoia

Clima preferido: ameno. Nem frio nem quente

Quando chegou ao Brasil: 1950

Maior produtor por aqui: estado de São Paulo

Quer receber uma dose semanal de SAÚDE no seu e-mail? Então assine nossa newsletter — é grátis e fácil. Basta clicar aqui.