Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

6 dicas para um chá perfeito

Sim, existem estratégias para tirar melhor proveito da bebida queridinha do inverno

Por Thaís Manarini Atualizado em 14 fev 2020, 18h25 - Publicado em 27 jul 2017, 18h30

Embora mereçam atenção o ano inteiro, é no inverno que os chás fazem o maior sucesso. Aliás, antes de tudo, vale esclarecer que essa denominação (“chá”) é usada para as infusões feitas com a planta Camellia sinensis – os chás branco, verde, preto e oolong são derivados dela. Já as bebidas de camomila, erva-cidreira, hortelã e por aí vai são chamadas só de infusões mesmo.

Detalhes linguísticos à parte, o fato é que existem artimanhas para preparar essas bebidas. Quem ensina algumas é o indiano Kurush Bharucha, especialista em chás da marca Lipton.

1- O tipo de água
Segundo Kurush, esse é o primeiro ponto de atenção. “A qualidade da água é tão importante quanto a qualidade das folhas”, afirma. Se ela tiver um gosto estranho, pode ter certeza de que o chá carregará essa característica.

2- A temperatura ideal da água
Nesse quesito, há variação. Geralmente, segundo Kurush, os chás escuros, como o preto, demandam uma água mais quente. A regrinha seria mais ou menos assim:
+ Para o chá preto, ferver a água a 100° C.
+ Para os chás verde e oolong, ferver a água e deixar esfriar um pouco – até uns 80° C.

3- Tempo de contato entre a erva e a água
Os chás mais escuros devem ficar um período maior em contato com o líquido – mas não exagere, senão a bebida fica com um sabor amargo. Apesar de sugerir que cada pessoa descubra o que prefere, Kurush dá uma ideia de tempo de preparo:
+ Chá verde: de 1 a 3 minutos.
+ Chás pretos: de 2 a 4 minutos.
+ Infusões: aproximadamente 5 minutos.

Continua após a publicidade

 

4- Não adoce
“Os chás e as infusões entregam o sabor na medida. Dessa maneira, não é necessário adoçar”, recomenda o especialista indiano.

5- Pode resfriar, mas não enrole para beber
Quer fazer um chá e depois levar à geladeira? Sem problemas. Dá até para saborizar de acordo com seu gosto (com limão, por exemplo). “O importante é consumir no mesmo dia para aproveitar seu sabor e manter a bebida fresca.

6- A xícara ideal
Ok, essa questão é bem pessoal. Mas Kurush sugere usar uma louça clara, que permita a boa visualização da cor do chá.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)