Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Febre amarela: tira-dúvidas sobre a vacina e a doença

Qual a validade da vacinação com dose normal ou com fracionada? Como tratar a febre amarela? Quais os sintomas? Resolva suas questões neste vídeo

Por Theo Ruprecht, Thaís Manarini - 15 Feb 2018, 09h51

O surto atual de febre amarela já contabiliza ao menos 353 casos confirmados, com 98 mortes. E, desde o início do ano, a população vem aprendendo muito sobre a doença, a vacina e suas reações adversas, as doses fracionadas, os sintomas e por aí vai.

Mas o que podemos tirar de mais importante desses episódios de febre amarela de 2018? E como evitar a infecção realmente? Mais: qual a validade das vacinas?

Foram essas perguntas que justificaram chamar o infectologista Hélio Bacha, da Sociedade Brasileira de Infectologia, para uma conversa com os nossos internautas, gravada originalmente ao vivo no Facebook.

“O surto atual já vinha se desenhando há tempos”, diz ele, logo de cara. Bacha também traz as principais recomendações e resolve, de uma vez por todas, quem deve e quem não deve se vacinar. E, mais pra frente, arremata: “O maior inimigo do homem é o mosquito“.

Continua após a publicidade

Para ver os vídeos ao vivo (e mandar suas perguntas), basta ficar de olho nas nossas redes sociais. Caso não esteja disponível na hora, também não há problema: veja a TV SAÚDE.

Publicidade