saudeLOGO Created with Sketch.
Entrevistas com Theo Ruprecht, André Biernath

Como lidar com a dor crônica – Dia Mundial da Saúde

Quando são constantes, as dores viram uma doença em si. Confira uma entrevista sobre como tratar esse problema - e o que está surgindo no horizonte

access_time 7 abr 2017, 13h49 - Publicado em 6 abr 2017, 10h42

“Ninguém deve viver com dor o tempo todo”. A bióloga Camila Squarzoni Dale, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), explica como as pesquisas sobre neuroestimulação, uma nova maneira de tratar os incômodos constantes, estão evoluindo e renovam as esperanças de combate ao problema. Esse é o segundo vídeo de nossa série em homenagem ao Dia Mundial da Saúde, comemorado no dia 7 de abril.

Nele, você ainda vai entender a diferença entre dor aguda e dor crônica. Ora, enquanto a primeira é uma reação normal importante, que nos faz evitar situações perigosas, a segunda é uma desordem que precisa ser tratada. E não apenas com remédios ou tecnologias médicas. Hoje, sabe-se que o exercício físco, por exemplo, é fundamental para contornar incômodos nas costas e em outras regiões do corpo.

 

Tudo sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s