Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Quando a pandemia apressa a ciência

A necessidade de respostas rápidas para o coronavírus afeta a qualidade de remédios, vacinas e outras medidas preventivas? Tema para o Detetives da SAÚDE

Por Da Redação Atualizado em 18 ago 2020, 10h45 - Publicado em 2 jul 2020, 07h33

Os estragos causados pelo coronavírus em si, a pressão popular, a política e o aumento de recursos destinados para o combate da crise aceleram o ponteiro do relógio da ciência. Para o bem, e para o mal. As repercussões de pesquisas feitas às pressas são o tema deste episódio do podcast Detetives da SAÚDE. E sim, vamos falar de cloroquina, vacinas (e até uso de máscaras).

Uma de nossas convidadas é a microbiologista Natalia Pasternak, presidente do Instituto Questão de Ciência. Ao longo da conversa, ela conta o que é o método científico e o que não pode ser abreviado, nem durante uma crise sanitária dessas proporções. “Uma ciência rápida demais não gera as respostas que precisamos”, sentencia. Apesar de a população achar que as pesquisas estão demorando, ela ressalta como os cientistas vem alcançando resultados em velocidade recorde.

Já o médico e advogado sanitarista Daniel Dourado, da Universidade de São Paulo, mostra como aspectos políticos têm influenciado questões científicas. “Algumas conclusões tiradas em cima de certos estudos ou de declarações são precipitadas e visam atender uma agenda que não necessariamente reflete o que seria melhor para a população”, conta.

Você pode escutar o programa em diversas plataformas. Dá para clicar ali em cima e ouvir no nosso site mesmo. Também estamos no Spotify, no Deezer, no Google Podcasts, no Pocket Casts, no Youtube… Não sabe como ouvir nesses ambientes? Clique aqui.

Se preferir, escute pelo Spotify diretamente aqui:

 

Continua após a publicidade

Ou pelo Youtube:

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês