Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Nanismo: repercussões na saúde e no cotidiano

Conheça os desafios por trás dos vários tipos de nanismo e como a Medicina evoluiu para lidar com cada um neste episódio patrocinado pela BioMarin

Por Theo Ruprecht Atualizado em 22 out 2020, 11h56 - Publicado em 22 out 2020, 10h14

Há literalmente centenas de tipos de nanismo. E cada um pode vir acompanhado de outras questões de saúde que vão além da baixa estatura. Neste episódio do podcast Detetives da SAÚDE, que é patrocinado pela BioMarin, a gente pretende abordar a vida das pessoas com essa condição, dos desafios no dia a dia aos cuidados com a saúde. Ouça:

Quem traz essas informações pra você é o médico geneticista Wagner Baratela, do Hospital Sírio-Libanês. Ele é um especialista reconhecido na área e foi diagnosticado há 40 anos com o chamado nanismo diastrófico.

“A imagem de quem tem nanismo sempre foi associada a brincadeiras ou a programas de entretenimento de gosto questionável. E isso impacta a condição psicológica desses indivíduos”, afirma.

Entre as variedades de nanismo, vamos falar bastante da acondroplasia, que é a mais comum. E de como a Medicina evoluiu para lidar com as mais diferentes consequências desse quadro, que aumenta o risco de problemas auditivos, neurológicos, respiratórios e até de sono.

  • É possível escutar o programa em diversas plataformas. Estamos no Spotify, no Deezer, no Google Podcasts, no Pocket Casts, no Youtube… Não sabe como ouvir nesses ambientes? Clique aqui.

    Continua após a publicidade

    Se preferir, escute pelo Spotify diretamente aqui:

     

    Ou pelo Youtube:

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade