Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Dor de cabeça: os mitos e o jeito certo de tratar enxaqueca e cia

As cefaleias são tão incapacitantes quanto banalizadas. Discutimos as formas adequadas de lidar com elas neste episódio patrocinado pela Libbs Farmacêutica

Por Da Redação Atualizado em 18 ago 2020, 10h46 - Publicado em 21 Maio 2020, 07h29

Quase todo mundo vai sofrer com ao menos uma crise de dor de cabeça na vida. Até por isso, a gente tende a fazer pouco caso desses desconfortos, simplesmente engolindo um comprimido quando eles aparecem, sem entender o que pode estar por trás do quadro. Neste episódio do podcast Detetives da SAÚDE, mostraremos as atitudes erradas que nós tomamos diante de uma cefaleia (o nome dado pelos médicos à dor de cabeça). E como é a prevenção, o diagnóstico e o tratamento adequado de enxaqueca e cia.

Nossa convidada é a neurologista e cefaliatra Thais Villa. Ela é chefe do Setor de Investigação e Tratamento das Cefaleias da Universidade Federal de São Paulo e traz dados preocupantes. “A enxaqueca é a doença mais incapacitante entre pessoas de 20 a 50 anos”, revela. São pessoas que, por causa das dores, deixam de trabalhar direito, divertir-se, relacionar-se…

Durante o programa, ela revela os desafios por trás do diagnóstico, diferencia as dores de cabeça agudas das crônicas, aborda hábitos preventivos… E destaca o abuso de medicamentos sem necessidade de prescrição. Fique sabendo que, no longo prazo, eles podem inclusive agravar as crises.

A boa notícia: os tratamentos das dores de cabeça crônicas evoluíram. Ou seja, dá para oferecer muita qualidade de vida aos pacientes hoje em dia.

Você pode escutar o programa em diversas plataformas. Dá para clicar ali em cima e ouvir no nosso site mesmo. Também estamos no Spotify, no Deezer, no Google Podcasts, no Pocket Casts, no Youtube… Não sabe como ouvir nesses ambientes? Clique aqui.

Se preferir, escute pelo Spotify diretamente por aqui:

Continua após a publicidade

 

Ou pelo Youtube:

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês