Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Tratamento inédito para hemorroidas evita internação e agiliza recuperação

Guiada por imagens, a embolização obstrui o sangramento com anestesia local. O paciente logo retoma a vida, e sem sentir desconforto na região

Por Fabiana Schiavon 6 dez 2021, 19h13

Quando os vasos sanguíneos do ânus estão dilatados, eles recebem o nome de hemorroidas, que podem causar dor e sangramento. Entre várias formas de tratamento, surgiu uma nova opção: a embolização. Parecida com o cateterismo (utilizado para doenças cardíacas), a técnica é menos invasiva do que a cirurgia, indicada a casos mais graves.

Na embolização, são usados equipamentos de imagem para chegar ao local da lesão e obstruir o sangramento. Por isso, a anestesia é local e não há necessidade de internação.

Primeiro, um cateter de 2 milímetros de diâmetro é introduzido pela virilha até à artéria do intestino, que é a responsável pela formação das hemorroidas. São feitas uma fotografia e também uma tomografia para confirmar a localização das lesões.

“Na sequência, realizamos uma obstrução intencional (embolização) no local do sangramento”, detalha Francisco César Carnevale, professor livre-docente e chefe do Serviço de Radiologia Vascular Intervencionista do Instituto de Radiologia da Faculdade de Medicina da USP. É como se as hemorroidas fossem “entupidas”.

+ LEIA TAMBÉM: Hemorroidas: o que são, como surgem e quais os tratamentos disponíveis

“O paciente retorna rapidamente às suas atividades. A grande vantagem da embolização é que traz resultados similares aos cirúrgicos, mas sem a necessidade de internação hospitalar e com menos dor”, afirma o médico. Em resumo, o indivíduo ganha qualidade de vida.

Continua após a publicidade

Sintomas da hemorroida

  • Desconforto ao evacuar
  • Sangramentos que são denunciados por resíduos de sangue bem vermelhos no papel higiênico e nas fezes. Com o tempo, podem aparecer pingos na privada
  • Dores
  • Secreção
  • Coceira
  • Surgimento de um tecido anormal na borda do ânus na hora de evacuar e que pode recuar após o esforço

Quem pode recorrer à embolização?

Ela é indicada para qualquer grau de hemorroidas, desde que tenha sangramento. “Os melhores candidatos são os pacientes com grau 1, 2 ou 3 do problema, quando as lesões não estão totalmente expostas”, explica Carnevale.

Existem quatro graus de hemorroidas. Nos três primeiros, elas estão totalmente dentro do canal anal ou aparecem de tempos em tempos, principalmente ao defecar. No último, o grau 4, a lesão se estabeleceu na área externa, aí não dá para escapar da cirurgia comum, a hemorroidectomia.

“São feitos cortes e pontos cirúrgicos para ressecar e ‘amarrar’ as hemorroidas. Assim, existe uma ferida operatória que demora para cicatrizar. Todas as vezes que o paciente evacua, ocorre a passagem das fezes por ela, provocando a dor”, relata o médico.

Depois da hemorroidectomia, ainda pode ocorrer sangramento. “Essa cicatrização demora em torno de 15 dias e indivíduo precisa ficar no hospital entre um a três dias”, explica Carnevale.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês