Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Pedra na vesícula: sintomas, causas e tratamento

A vesícula estoca um importante líquido da digestão, a bile. Mas um desequilíbrio propicia a formação de dolorosos cálculos. Conheça a saída para o problema

Por André Biernath
Atualizado em 12 jan 2024, 18h41 - Publicado em 29 mar 2016, 12h51

A vesícula é uma pequena bolsa esverdeada que tem conexões com o fígado e o duodeno, a parte inicial do intestino delgado. Sua única função é servir de recipiente para a bile, um líquido produzido no tecido hepático que ajuda a digerir os alimentos.

Basta um desequilíbrio na fórmula da bile e ela começa a empedrar. O excesso de sais ou colesterol forma cálculos de vários tamanhos – a maioria é tão pequena que não causa problema e passa despercebida pelo tubo digestivo.

As pedras grandes, por outro lado, não entram no cano que é conectado no intestino. Elas ficam presas na vesícula e causam dor quando a bolsa se contrai para mandar a bile embora. O incômodo vem uma hora depois da refeição, quando a comida alcança o intestino.

Outros cálculos são menores e conseguem sair da vesícula. Porém, eles ficam presos no caminho. Daí causam um bloqueio que resulta em inflamação. Para piorar, bactérias migram e infeccionam o local. A dor é intensa e não tem hora para aparecer.

Continua após a publicidade

+ Leia também: Pedras nos rins: causas, sintomas e tratamentos

Principais causas de cálculo na vesícula

O problema pode afetar qualquer pessoa.

De acordo com o Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (CBCD), a condição é mais comum em pessoas mais velhas, em mulheres, pessoas com histórico familiar e entre aquelas com obesidade.

Continua após a publicidade

O excesso de bile, um fluido produzido pelo fígado e eliminado pelo intestino, é o principal responsável pela formação de cálculo na vesícula.

+ Leia também: Precisamos falar sobre saúde dos rins

Sintomas da pedra na vesícula

Além da dor, que costuma atingir a região do abdômen, próxima ao lado direito ou na boca do estômago, os pacientes podem experimentar outros sintomas.

Continua após a publicidade

A lista inclui enjoo, vômito e icterícia (pele e parte branca dos olhos amarelados). Algumas pessoas podem apresentar inflamação ou infecção na vesícula e pancreatite aguda.

+ Leia também: Zoom: pedras vão rolar!

saude-pedra-vesicula-calculo-renal-dor-abdominal
Dor que costuma atingir a região do abdômen é um dos sintomas de pedra na vesícula (Foto: Freepik/Divulgação)

E aí, o que fazer?

Incisões pequenas

A cirurgia é a maneira mais eficiente de acabar com o problema. A laparoscopia, operação minimamente invasiva, permite retirar a vesícula com apenas quatro furos na barriga.

Métodos do passado

Remédios e terapias de ondas de choque (as mesmas usadas para o cálculo renal) já foram prescritos, mas não mostraram eficácia. Por isso, foram descartados.

O pós-cirúrgico

O paciente vive bem sem a vesícula — a bile vai direto do fígado para o intestino. Só é preciso maneirar na gordura da dieta para não ter diarreias.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.