Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Óculos de realidade aumentada podem salvar pacientes

Dispositivo ajuda profissionais a agilizar a rotina e o atendimento hospitalar

Por Larissa Beani
10 Maio 2024, 11h15

Parece uma cena de ficção científica, mas é realidade — mista! O Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, está utilizando um novo aparelho capaz de acelerar o conserto de máquinas, o treinamento de equipes e o tratamento de pacientes.

São os óculos de realidade híbrida HoloLens 2, da Microsoft, que permitem aos profissionais lidar com pacientes e equipamentos ao mesmo tempo que videochamadas com outros especialistas e resultados de exames são projetados na lente do aparelho.

“Médicos podem compartilhar o que estão vendo com experts de qualquer parte do planeta e discutir casos com maior segurança e eficiência”, exemplifica Diego Aristides, chefe de tecnologia do hospital.

“É uma ferramenta versátil, que pode ajudar a salvar vidas de diferentes formas”, afirma Andrea Cerqueira, VP de Vendas da Microsoft Brasil.

Continua após a publicidade

+ Leia também: A tecnologia precisa fazer parte da base do sistema de saúde

O futuro chegou

A tecnologia é onipresente na rotina de consultórios e hospitais

Manutenção

Conexões por vídeo agilizam o contato com assistências técnicas, diminuindo o tempo de espera para consertar um equipamento. 

hololens-oculos
HoloLens 2 pode ser usado até durante a manutenção de equipamentos (Microsoft/Divulgação)

Treinamento

A realidade mista incrementa o ensino e a capacitação de equipes, mesclando experiências físicas e digitais depois transpostas à clínica. 

Análises

Exames de imagem podem ser integrados em um modelo 3D para que os médicos tenham uma visão mais detalhada do paciente.

Continua após a publicidade
holograma-cerebro
Modelos 3D também podem ser visualizados com o HoloLens 2 (Microsoft/Divulgação)

Radiologia

Em breve, espera-se que os óculos possam até substituir tomografias em procedimentos de punção, reduzindo a exposição à radiação. 

Continua após a publicidade

+ Leia também: Cinco tecnologias que estão determinando o futuro da saúde

Prescrição assertiva

A rede de saúde Dasa, em parceria com a startup NoHarm, desenvolveu uma ferramenta que aumenta em até oito vezes a eficiência de uma receita médica. O programa de computador reconhece as fórmulas prescritas e alerta o médico caso alguma combinação possa causar efeitos adversos indesejáveis ou alergias ao paciente.

“O uso dessa inteligência artificial pode ajudar especialmente no tratamento de quem convive com várias doenças”, diz Leonardo Vedolin, VP da área médica da Dasa.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.