Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 5,90/mês

Mulheres podem fazer consulta grátis com ginecologistas até fim de junho

Em homenagem ao Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, empresa se associa a diversos médicos para oferecer um primeiro atendimento gratuito

Por Da Redação - Atualizado em 30 out 2019, 11h27 - Publicado em 28 Maio 2018, 14h28

Entre os dias 28 de maio e 30 de junho, as brasileiras terão a oportunidade de marcar uma primeira consulta com um ginecologista gratuitamente. A iniciativa, organizada pela empresa Doctoralia – que oferece agendamentos online com médicos –, marca o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher.

É bem simples: basta a paciente acessar o site Doctoralia Solidária, escolher um dos médicos integrantes do projeto e agendar a ida ao profissional de saúde. Só não se esqueça de seguir as instruções do site – especialmente a de avisar que pretende fazer parte da Campanha Solidária da Doctoralia.

No site, você poderá ver que há especialistas focados em anticoncepcionais, gestação, reprodução humana, câncer, HPV e por aí vai. Fique de olho na agenda dos médicos, porque os horários disponibilizados para a campanha variam.

“Há muitos profissionais que estão dispostos e têm uma vocação inata para […] melhorar a saúde de outros, especialmente daqueles que precisam. Mas, às vezes, o que falta é encontrarem o canal para participar de ações de solidariedade”, disse Carlos Lopes, country manager da Doctoralia no Brasil, em comunicado. “É por isso que, graças à nossa experiência no mercado, desejamos dar a nossa contribuição através dessa campanha, cuja proposta é conectar especialistas a pacientes”, arremata.

Como a iniciativa depende da inscrição dos médicos, há regiões que ainda não possuem especialistas cadastrados. No entanto, é possível que o número de profissionais envolvidos aumente com o passar dos dias.

O que não necessariamente sairá de graça: exames, tratamentos e futuras visitas ao doutor. Ainda assim, está aí uma boa oportunidade de as mulheres ficarem em dia com a saúde.

Continua após a publicidade
Publicidade