saudeLOGO Created with Sketch.

Tem câncer de mama? Saiba como aproveitar ao máximo as consultas

Descobrir um tumor nos seios não é moleza. Mas um guia ensina como garantir um atendimento perfeito para superar esse momento difícil

No Brasil, o câncer de mama responde por nada mais, nada menos que 28% de todos os novos diagnósticos de tumores em mulheres em um ano, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Só na América Latina, anualmente 150 mil pessoas descobrem ter a doença na fase metastática, quando ela já se espalhou para outros órgãos.

E, claro, não é fácil ouvir da boca do médico que você está com um câncer avançado. Em um momento como esse, o medo e as emoções não raro tomam conta — e a luta pela própria saúde pode parecer um desafio intransponível.

Foi pensando nisso que várias entidades de pacientes representadas pela União Latino-Americana de Combate ao Câncer da Mulher (Ulaccam), em parceria com a farmacêutica Pfizer, lançaram um kit para ajudar as mulheres com um tumor de mama metastático. Trata-se de um conjunto de guias lançados em virtude do Outubro Rosa, com o intuito de incentivar pacientes a tirar dúvidas e aproveitar ao máximo o contato com seus médicos. Isso sem deixar a insegurança atrapalhar todo o processo.

Um dos destaques do material fica por conta das perguntas que deveriam ser feitas ao doutor. Confira:

A partir dos guias, a SAÚDE também criou um checklist interativo para as mulheres não se esquecerem de pontos cruciais da consulta. Dá até para levá-lo para o consultório no celular (é só abrir essa matéria). Dê uma olhada abaixo:

O kit é composto pelos guias “Meu médico e eu”, “Conversando com o meu médico” e “Eu e o câncer de mama mestastático”. Ele será disponibilizado pelo Instituto Oncoguia, pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) e pela Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale). As três instituições inclusive ajudaram na elaboração dos manuais.