Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Doenças respiratórias podem favorecer um infarto

De resfriado a pneumonia, o coração é prejudicado por infecções comuns na estação mais fria do ano

Por Vand Vieira 18 Maio 2017, 18h55

Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Sidney, na Austrália, esquenta a discussão sobre o aumento do número de ataques cardíacos no inverno. Ao entrevistarem 578 pessoas que sobreviveram a um infarto, os experts notaram que, sete dias antes da pane no peito, 17% dos voluntários apresentaram sintomas de problemas respiratórios – garganta inflamada, tosse, febre e dor facial. Outros 21% foram, de fato, diagnosticados com doenças como bronquite e pneumonia no mês que antecedeu o evento cardiovascular.

Para os pesquisadores, a relação em questão pode ser explicada pelo fato de que esse tipo de quadro abre caminho para a formação de coágulos e alterações no fluxo sanguíneo, além de incitar a maior liberação de toxinas que lesionam os vasos. Resultado? O risco de infarto aumentaria 17 vezes na semana em que uma infecção respiratória dá as caras, caindo aos poucos ao longo de 30 dias.

Quando a encrenca envolve especificamente o trato respiratório superior (nariz, faringe e regiões relacionadas), como ocorre na rinite, na sinusite, na faringite e em resfriados, a ameaça ao coração seria um pouco menor, mas ainda assim elevada (13 vezes maior, para sermos mais exatos). No entanto, por serem bem mais comuns, os experts recomendam atenção às medidas de prevenção e tratamento nesses casos.

Quer receber uma dose semanal de SAÚDE no seu e-mail? Então assine nossa newsletter — é grátis e fácil. Basta clicar aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)