saudeLOGO Created with Sketch.

Cientistas descobrem remédio que frearia envelhecimento

Surgem as primeiras evidências de que é possível conter o avanço dos processos degenerativos que ocorrem em idades mais avançadas

Já se sabia que as células senescentes, unidades do organismo que perdem sua função e atrapalham o funcionamento das células normais, estão relacionadas ao envelhecimento. Mas será que existe um remédio para frear esse fenômeno e todos os males ligados a ele?

Foi isso que os cientistas da Clínica Mayo, nos Estados Unidos, resolveram testar: eles deram um coquetel composto de dasatinibe (droga prescrita contra alguns tipos de câncer) e quercetina (antioxidante da maçã) para camundongos.

Resultado: as cobaias apresentaram melhoras na aptidão física e um ganho de 36% na expectativa de vida. “Os dois compostos fazem as células senescentes cometer uma espécie de suicídio“, diz o médico e líder da pesquisa James Kirkland.

No futuro

Por mais empolgantes que sejam os achados, é preciso tempo. “A novidade vai ser testada em seres humanos em diversas fases antes de virar realidade para todos”, esclarece o biólogo Carlos Menck, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo.

Veja também

Veja o passo a passo do experimento americano

1. Células senescentes: Presentes em todo o corpo, elas seriam um fator importante do envelhecer.

2. O coquetel: É a junção de um fármaco que combate tumores e um antioxidante da maçã.

3. O mecanismo: A mistura promove a morte e uma limpeza das células senescentes.

4. Sangue novo: O estudo avaliou o produto em animais jovens com as tais células transplantadas…

5. Nos vovôs: …e também nos bichos mais velhos que possuíam essas unidades naturalmente.

6. As conclusões: Nas duas faixas etárias, a disposição e a prática de exercícios melhoraram.