saudeLOGO Created with Sketch.

Um manual para tirar as crianças do sedentarismo

Sociedade Brasileira de Pediatria lança um guia sobre como fazer as crianças e os adolescentes fazerem mais atividade física e mexerem menos no celular

Crianças e adolescentes de 0 a 19 anos devem praticar atividade física diariamente e passar o menor tempo possível em frente a telas de tablets, computadores ou televisão. A recomendação está no guia lançado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), com orientações inéditas para combater problemas de saúde decorrentes do sedentarismo.

O objetivo do documento é facilitar a orientação de pediatras, profissionais de saúde, educadores, pais e professores de educação física. “A obesidade infantil é um problema mundial. Jovens acima do peso apresentam maiores probabilidades de desenvolverem doenças como diabetes, hipertensão, depressão, alterações ortopédicas e articulares, por exemplo”, disse Luciana Rodrigues Silva, presidente da SBP.

Mais brincadeiras, mais saúde

O manual da SBP foi elaborado traz informações sistematizadas sobre as atividades mais adequadas para cada faixa etária entre 0 e 19 anos, considerando as etapas de crescimento e desenvolvimento físico e cognitivo. Pra começo de conversa, é recomendado que as crianças e adolescentes sejam fisicamente ativos todos os dias.

“Entre 5 e 7 anos, pode ser natação, judô ou o que achar mais interessante. Só tem que haver boa orientação e prazer. Não adianta levar a criança chorando”, recomenda Ricardo Barros, pediatra e coordenador do grupo de trabalho que elaborou o guia.

Ja os bebês devem ser estimulados a se movimentarem várias vezes ao dia, seja engatinhando, buscando objetos ou movendo os membros do corpo, sob supervisão e estímulo dos pais. E até os 2 anos de idades não podem ser expostos a tablets ou outro tipo de telas eletrônicas, como celulares e televisão.

As crianças de 3 a 5 anos devem se exercitar por 180 minutos ao longo do dia.  Brincadeiras ao ar livre valem! A partir dessa faixa etária, também já dá pra começar a nadar, fazer dança, praticar lutas ou esportes coletivos.

Entre 6 e 19 anos de idade, a próxima geração teria que suar a camisa por pelo menos uma hora por dia. Atividades que estimulem a flexibilidade e o desenvolvimento de músculos e ossos, como a musculação, podem ser feitas pelo menos três vezes na semana, se agradarem ao gosto do garoto e tiverem acompanhamento profissional.

Veja também

Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 65,5% dos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental não realizavam 300 minutos de esforço físico na semana. Acontece que a SBP preconiza que essa frequência chegue a pelo menos 420 minutos. “Infelizmente, as telas ocuparam o lugar da atividade física”, alerta Barros.

Este conteúdo é o resumo editado de uma publicação da Agência Brasil

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s