Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
O Fim das Dietas Por Blog Antonio Lancha Jr, professor titular com mestrado, doutorado e livre docência em Nutrição pela USP e autor do livro O Fim das Dietas (Ed. Abril), indica como emagrecer sem cair em promessas furadas.

Para emagrecer, faça o check in da refeição

Nosso colunista traz uma solução para driblar a pressa, a desatenção e o excesso de tarefas na hora de comer, que contribuem para o ganho de peso

Por Antonio Herbert Lancha Jr. 27 set 2018, 12h21

Recentemente, eu e minha esposa fomos almoçar com um amigo em São José dos Campos, no interior de São Paulo. O restaurante era bem agradável e a comida, saborosíssima. Sentamos em uma mesa e começamos a conversar. Subitamente me chama a atenção um senhor que entra no restaurante falando ao celular. Com o telefone prensado entre o ombro e a orelha, ele segurou o prato com uma mão, enquanto se servia no buffet com a outra. Era tanta coisa feita ao mesmo tempo que mais parecia uma gincana, e não o princípio de uma refeição.

Sentado em uma mesa próxima à nossa, esse homem começou a batalha, empunhando o garfo com a mão direita e o celular com a esquerda. Na hora de cortar a carne, o aparelho ia parar de novo no ombro para que mão direita agarrasse a faca.

Entre uma garfada e uma fala no celular, ele tentava engolir o alimento. Sobrava pouco tempo para respirar – parecia uma corrida de cem metros rasos. O refrigerante que ele pediu para acompanhar a refeição era engolido em goles generosos, como um andarilho sedento no deserto.

Verdade que eu não poupei nos detalhes, mas sejamos sinceros: essa cena é comum a todos nós. Encontramos diariamente pessoas fazendo suas refeições dessa forma. E esse comer distraído geralmente termina em uma ingestão exagerada de alimentos e em pouco prazer. Aí fica complicado emagrecer.

O que faltou para o nosso personagem? Eu diria que ele não fez o check in da refeição. Esse senhor entrou no restaurante com a conversa engatada e deu início a mais uma tarefa sem finalizar a anterior.

Continua após a publicidade

É mais ou menos como, durante uma viagem, tentar abastecer seu carro com ele em movimento. A diferença é que a ingestão de alimentos dessa forma só é interrompida quando o estômago fica abarrotado, o que chamamos de plenitude gástrica. Falamos disso no livro O Fim das Dietas.

Ok, mas como quebrar esse padrão e fazer o check in da refeição? Seguem algumas dicas (e você pode desenvolver outras tantas):

1) Ao chegar no restaurante, rompa com qualquer coisa que você estava fazendo antes. Dá para alcançar essa meta indo ao banheiro lavar as mãos e se olhando no espelho, por exemplo. Se for religioso, reze. A quebra de pensamento promove uma importante mudança de foco, o que garante maior atenção ao prato.

2) Se tiver uma conversa urgente na hora do almoço, coma algo simples antes de iniciá-la só para afastar a fome voraz. Pode ser uma barra de cereal. Quando tiver resolvido o assunto, pense em se alimentar direito e volte para a dica número 1.

3) Ou, se for possível atrasar o início de uma ligação ou reunião, melhor ainda. Faça sua refeição COM CALMA e, já satisfeito, chame seu interlocutor.

Acredite: comer com atenção mudará sua percepção de sabor e textura dos alimentos. E essas sensações são fundamentais para interromper a refeição antes de encher o estômago. Aí você emagrece e, paralelamente, aproveita mais a comida!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês