Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Com a Palavra

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde
Continua após publicidade

Desafios e soluções na relação entre dentistas e pacientes

Cada um tem suas preocupações - mas a verdade é que, muitas vezes, dá para encontrar pontos comuns que melhoram o atendimento

Por Vladimir Borin, odontologista*
30 dez 2023, 09h44

Em toda a relação de trabalho, prestadores e consumidores encontram dificuldades para se entenderem. Cada lado tem suas preocupações particulares, mas quase sempre dividem algumas dores que podem passar despercebidas. E no universo da odontologia não é diferente.

Esta área da saúde deu um salto tecnológico nas últimas décadas, reinventando-se e trazendo novas perspectivas. Ainda no século passado, tínhamos em mente a ideia de que o dentista era aquele profissional que entraria em cena apenas para tratar alguma questão que envolvesse dor ou cárie

Hoje, são dezenas de serviços de saúde e de estética oferecidos, que no final do dia garantem um sorriso a milhões de pessoas. Os avanços são tantos que podemos vislumbrar um caminho em direção à inteligência artificial, a qual pode trazer mais eficiência e controle aos diagnósticos e tratamentos. Ou seja, melhores resultados, agilidade, economia e conforto.

+Leia também: O que é periodontite: sintomas, causas, tratamento e prevenção

A principal dor do paciente está relacionada à ansiedade e ao medo de como o tratamento será conduzido. Essas sensações são geradas, talvez, pelo receio da dor física ou mesmo de possíveis diagnósticos desfavoráveis. 

Quando esbarramos nesse cenário, o profissional, humano que é, pode sentir o peso de sua responsabilidade em tomar importantes decisões clínicas.

Continua após a publicidade

Outro ponto em que a relação entre paciente e dentista se cruza diz respeito às inconveniências físicas. Enquanto há um desconforto natural de quem está em atendimento, seja pelo incômodo das cadeiras odontológicas ou por manter a boca aberta por muito tempo, há um desgaste físico do profissional de saúde, pois a necessidade de repetição de procedimentos de alta precisão exige muito do dentista.

BUSCA DE MEDICAMENTOS Informações Legais

DISTRIBUÍDO POR

Consulte remédios com os melhores preços

Favor usar palavras com mais de dois caracteres
DISTRIBUÍDO POR

O desafio socioeconômico e educacional também é enfrentado pelos dentistas no dia a dia. Muitos dos pacientes que chegam aos consultórios estão em situação de certa vulnerabilidade e com a saúde bucal bastante comprometida. 

Os tratamentos odontológicos por muitas vezes requerem investimentos e o custo pode ser um fator que leva o indivíduo a negligenciar sua própria saúde bucal. Já para o dentista, o gerenciamento do consultório pode ser problemático, porque muitos acabam absorvendo outras funções, como a gestão do local.

No mais, quando a pessoa tem algum problema que requer mais cuidado, isso pode acarretar problemas psicológicos – que o dentista também terá de lidar. Nunca um tratamento, por menor e mais rápido que seja, será apenas um tratamento.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Embora não sejam iguais, os problemas de pacientes e dentistas se encontram e existem caminhos em que eles podem buscar soluções conjuntas

Criar uma relação profissional de confiança é um excelente ponto de partida. Quando há flexibilidade, disponibilidade e, principalmente, conversa entre as partes, é possível identificar dificuldades rapidamente, ajustar rotas e criar alternativas que permitam remover o fardo de um tratamento. 

Assim, conseguimos tirar um peso daquele que está sentado na cadeira buscando melhorar sua saúde e sua autoestima e também daquele que investiu anos em capacitação e estrutura para zelar pela qualidade de vida de quem o procura.

*Vladimir Borin é presidente da Uniodonto Campinas, cooperativa que presta serviços odontológicos

Continua após a publicidade
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.