Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Alimente-se Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Comer é muito mais do que ingerir nutrientes. Na receita de uma alimentação equilibrada, também há ingredientes comportamentais, emocionais, culturais e ambientais, como mostra a nutricionista Lara Natacci
Continua após publicidade

Mudanças no ambiente podem melhorar a alimentação

Nutricionista indica técnicas simples, mas que têm grande impacto na qualidade da dieta

Por Lara Natacci
4 out 2022, 18h28

O ambiente que nos cerca exerce uma grande influência sobre a nossa alimentação. Muitas vezes, o simples fato de um alimento estar no nosso campo de visão faz com que a gente o consuma, meio que no piloto automático mesmo.

E quando temos alimentos tentadores à disposição o tempo inteiro, pode ficar difícil se controlar…

Mas quero te apresentar uma estratégia. Você já ouviu falar na técnica de controle de estímulos? Ela implica em realizar algumas alterações no ambiente para que sejamos estimulados a realizar escolhas saudáveis.

Isso é feito através de mudanças físicas (em casa ou no trabalho) e comportamentais quando você estiver diante a comida.

Afinal, naturalmente somos conduzidos a selecionar os alimentos mais acessíveis e que causam maior prazer momentâneo. Sendo assim, não é suficiente só pensar na qualidade nutricional da comida.

De olho nisso, é preciso repensar, por exemplo, a organização da geladeira ou da despensa. Os alimentos considerados mais tentadores devem ser guardados no fundo do refrigerador e dos armários.

Continua após a publicidade

Na verdade, no mundo ideal eles nem deveriam ser comprados e estocados: essa é a forma mais eficiente de evitar o consumo.

De um modo geral, quando não vemos o alimento, pensamos nele com menos frequência. E o contrário também é verdadeiro. Por isso, tudo aquilo que desejamos comer mais, como frutas, deve ficar no nosso campo de visão.

Parece simples demais para funcionar, né? Mas acredite: os resultados de quem executa o básico com excelência são muito bons.

Beleza se põe à mesa

A estética do prato também influencia na sua tomada de decisão na hora de escolher o que comer. Por isso, deixe as saladas, vegetais, legumes e frutas em vasilhas bonitas.

Outro truque para comer menos petiscos é não levar pacotes de bolachas, salgadinhos e afins para fora da cozinha. Dessa forma, há uma chance de a preguiça falar mais alto e fazer você desistir de repetir a porção.

Continua após a publicidade

Se você realiza suas refeições em casa, escolha um prato cuja cor contraste com a da comida. Uma pesquisa bem legal mostrou que se o prato e a comida tiverem o mesmo tom, existe a possibilidade de você comer 18% a mais. Interessante, né? Eu sempre falo para os meus pacientes usarem prato azul…Difícil pensar em uma comida azul, né?

Fora isso, ao usar pratos, vasilhas e talheres menores (de servir e comer), você terá a ideia de estar comendo mais. Tente fazer isso na sua próxima refeição!

A hora de comer é um desafio à parte: televisão, computador, rádio, celular, joguinhos ou qualquer coisa capaz de nos distrair não devem estar presentes nas refeições.

Viu como deixar o ambiente favorável para o emagrecimento é simples? Não subestime essa possibilidade. Ela é uma das que mais ajuda a controlar o impulso por comer.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.