Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Saiba por que uma dieta pouco nutritiva eleva o risco de parto prematuro

Pesquisa aponta que o consumo de alimentos ricos em gordura saturada e açúcar aumenta a probabilidade de o bebê nascer antes da hora.

Por Redação M de Mulher Atualizado em 22 out 2016, 17h20 - Publicado em 19 ago 2014, 22h00

Segundo o trabalho australiano, o consumo de frutas, verduras e legumes ajuda a evitar o parto prematuro.
Foto: g-stockstudio/Thinkstock/Getty Images

 

Em um estudo pioneiro realizado com 300 mulheres na Universidade de Adelaide, na Austrália, pesquisadores observaram que as voluntárias que seguiam uma alimentação desequilibrada antes da gravidez tinham um risco 50% maior de dar à luz antes da hora. “Uma dieta pouco saudável contribui para processos inflamatórios, além de ativar hormônios associados ao nascimento prematuro”, explica Jessica Grieger, autora do trabalho. O grande problema dessa história é que já existem provas de que os bebês que não passam nove meses dentro da barriga da mãe são mais propensos a uma série de distúrbios físicos e cognitivos.


Como balancear o menu

O que evitar
Para a estreia do pequeno ser um sucesso, procure passar longe de fast-food, frituras, embutidos e doces – enfim, tudo aquilo que for abastecido de açúcar e gordura saturada.

No que investir
Carnes magras, peixes, frutas, legumes, verduras e alimentos integrais. “Consumi-los criará condições mais favoráveis a um parto adequado”, diz Grieger.

Continua após a publicidade
Publicidade