Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Convulsão: como socorrer o seu cão

Aprenda a socorrer o seu animal de estimação durante uma crise de convulsão

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 14 fev 2020, 18h29 - Publicado em 24 fev 2011, 21h00

A convulsão é o resultado da descarga elétrica do cérebro para os músculos do corpo do cão. Geralmente as crises duram de 20 segundos a um minuto e podem ter diversas causas: traumas, epilepsia, intoxicações, hipoglicemia e até tumores cerebrais. A coisa mais importante a ser feita se seu cão estiver em convulsão é protegê-lo de se ferir sozinho. Seja paciente e calmo, não entre em pânico e preste apenas o socorro necessário.

Saiba como agir em caso de convulsão:

1. Aproxime-se por trás do animal e posicione uma almofada sob sua cabeça para evitar que, na agitação, ocorram choques, causadores de traumatismos.

2. Leve-o imediatamente ao veterinário.

3. No caminho, pressione o corpo do bicho sobre o seu, evitando que ele bata o corpo e se machuque.

Continua após a publicidade

4. Jamais puxe a língua do animal para fora da boca.

Fique atento à duração da crise. Leve o animal ao veterinário com urgência. Após a estabilização da crise com remédios, ele pedirá exames que identificarão as causas da convulsão e indicará medicamentos para normalizar as ondas cerebrais.

Publicidade