saudeLOGO Created with Sketch.

Brotos eliminam toxinas e facilitam a digestão

Adicionar brotos crus às refeições supre a cota diária de diversos nutrientes e melhoram a digestão

Broto de alfafa protege seu organismo contra leucemia, por exemplo
Foto: Dreamstime

Os brotos são embriões de plantas em pleno crescimento e, quando vão à mesa, deixam qualquer prato mais nutritivo. É o que mostra “Brotos: Receitas da Culinária Viva” (Editora Alaúde), da consultora de nutrição americana Kathleen O’Bannon.

Ali a gente fica sabendo que as sementes, suas precursoras, são ricas em fibras, e, após germinarem, apresentam concentrações até 15 vezes maiores de enzimas. “Elas atuam diretamente na digestão, melhorando o funcionamento do intestino”, explica Alberto Peribanez, médico e especialista em nutracêutica que assina o prefácio da obra. “Até a respiração celular é favorecida”, completa.

Sem falar que os brotos auxiliam a eliminar as toxinas que ficam circulando pelo corpo. Eles também entram na receita do popular suco vivo. Feito de grãos germinados, como a linhaça, ele é rico em vitaminas como as A, D, E e K, gorduras do bem, além de propriedades antioxidantes que nos blindam contra diversas doenças.

Germinação

Quem disse que é preciso ter uma horta para plantar a própria comida? Kathleen O’Bannon, autora do livro, estimula o toque pessoal nas refeições. Desde a escolha da semente e germinação até as receitas de dar água na boca. Você pode escolher levando em conta os nutrientes, o recipiente usado ou o tempo que leva para cada broto crescer.

Algumas propriedades dos brotos:

Feijão-mungo

Essa leguminosa contém ferro e vitamina C. No Oriente, o broto é usado para baixar a temperatura em caso de febres.

Alfafa

Protege contra leucemia, dá um basta às placas que entopem as artérias e controla as ondas de calor da menopausa.

Inclua brotos na sua alimentação!