Clique e assine com até 72% de desconto

Acupuntura pode aliviar as dores do câncer, segundo revisão de estudos

Análise de várias pesquisas aponta que essa terapia oriental ameniza os incômodos de quem sofre com um tumor

Por Chloé Pinheiro 6 fev 2020, 18h32

Mais de 70% das pessoas com câncer sentem dores constantes, mas só metade consegue controlá-las adequadamente, segundo as evidências mais recentes sobre o tema. E a acupuntura, técnica antiga que pressiona pontos específicos do corpo com agulhas, pode ajudar a melhorar esse cenário.

É o que mostra um novo estudo, conduzido por cientistas chineses, americanos e australianos, publicado no periódico JAMA Oncology. A equipe analisou os resultados de 17 ensaios clínicos randomizados, um tipo de pesquisa que divide voluntários em diferentes tipos de intervenção para fazer comparações entre elas e mesmo frente a um placebo. É uma forma de experimento considerada confiável.

Enfim, em uma escala de dor que vai de zero (nenhum desconforto) a dez (dor severa), a acupuntura gerou uma queda de 1,38 ponto. Isso em comparação com a aplicação de uma acupuntura de mentirinha, em que as agulhas são colocadas em pontos do corpo diferentes dos aplicados na técnica de verdade.

Quando combinada com o tratamento convencional e sessões de acupressão (uma espécie de acupuntura feita com os dedos), a melhora foi de 1,44 ponto em relação ao uso apenas dos remédios. Estamos falando de uma redução de cerca de 15% na sensação dolorosa.

Além disso, as agulhadas diminuíram as doses diárias de morfina em 30 miligramas, segundo dois estudos incluídos na revisão.

Continua após a publicidade
  • Até que ponto confiar na acupuntura contra o câncer

    Apesar de apontarem o método como um possível aliado, os pesquisadores pedem uma dose de cautela. Isso porque os estudos incluídos nessa revisão são muito heterogêneos. Ou seja, eles aplicaram a acupuntura de formas diferentes, em tipos de câncer diferentes, além de medirem os resultados de maneira diferente.

    Por isso, o nível de evidência para recomendar a técnica como aliada do tratamento das dores em pessoas com tumores foi considerado moderado. Mais investigações serão necessárias para encontrar um padrão aplicável na prática e em vários subtipos dessa doença.

    Acima de tudo, vale ressaltar que, na revisão discutida aqui, a acupuntura não trouxe resultados animadores quando utilizada como único tratamento para a dor. Especialmente diante de uma enfermidade séria, agulhadas devem sempre vir acompanhadas de outras estratégias, como remédios, acompanhamento psicológico e por aí vai.

    No mais, convém conversar com o médico responsável pelo tratamento contra o câncer antes de marcar uma sessão com o acupunturista. Quando o paciente está com o sistema imunológico abalado, as agulhas são contraindicadas por oferecerem um risco de infecção. Tirando isso, não costumam causar efeitos colaterais graves.

    Outros estudos já haviam mostrado que essa técnica milenar pode reduzir as dores das articulações na hormonioterapia contra o câncer de mama — achado confirmado também neste trabalho.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade