Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Canela ajuda no controle do diabetes

Um possível aliado ao tratamento convencional, suplemento à base dessa especiaria teria efeito sobre a glicemia e a resistência à insulina

Por Thaís Manarini 5 abr 2021, 12h40

De olho em evidências gringas, o enfermeiro José Claudio Lira decidiu testar os efeitos da canela na saúde de quem convive com o diabetes. Em experiência que deu origem ao seu doutorado na Universidade Federal do Ceará, ele recrutou 140 indivíduos com a doença e os dividiu em dois grupos.

Enquanto um recebeu 3 gramas da especiaria em cápsulas diariamente, o outro tomou placebo (cápsulas sem nada dentro). Todos seguiram com seus medicamentos. “Percebemos que a canela ajudou a baixar a glicemia e também melhorou a resistência à ação da insulina, o hormônio que quebra o açúcar”, revela.

Ele frisa, porém, que a façanha não é imediata — o estudo durou três meses — e que o ingrediente é parceiro, e não substituto dos remédios.

Os segredos da especiaria

Segundo Lira, a canela tem potencial termogênico — significa que acelera o metabolismo. “Ela também melhora a biodisponibilidade da insulina”, diz. Com isso, mais açúcar é tirado de circulação.

Para completar, o condimento exibe ação anti-inflamatória. “Tudo isso facilita o controle do diabetes”, ensina o enfermeiro. Para tirar proveito, o ideal é não aquecê-la no forno ou na panela, avisa Lira. Mas tudo bem polvilhá-la in natura por cima de alimentos quentes.

Dá-lhe canela

Use 1 colher de chá ao longo do dia. Algumas ideias:

Continua após a publicidade

+ No mingau

+ No chá ou café

+ Em ensopados

+ Na salada de frutas

+ No leite

+ No iogurte

  • Continua após a publicidade
    Publicidade