saudeLOGO Created with Sketch.

Cadeia produtiva do bem

Ser livre de agrotóxicos, não prejudicar o ecossistema e respeitar as comunidades rurais. A seguir, conheça alguns dos principais benefícios dos orgânicos

A busca por uma alimentação mais equilibrada e consciente é preocupação crescente no Brasil. Segundo um estudo da HealthFocus International, empresa que busca entender as atitudes dos consumidores em relação à saúde, 67% dos brasileiros se dizem atentos à presença de agrotóxicos em seus alimentos e dois terços afirmam que o impacto ambiental causado influencia na compra dos produtos. Descubra por que vale a pena colocar os orgânicos no seu radar:

Do campo à mesa

O produto orgânico – in natura ou processado – é obtido por meio de um sistema de produção agropecuária ou é proveniente de um processo extrativista que não prejudica o ecossistema local. Esse sistema adota técnicas específicas que otimizam o uso dos recursos naturais e socioeconômicos disponíveis, respeitando as comunidades rurais e reduzindo a dependência de energia não renovável. Também se elimina o uso de organismos geneticamente modificados (OGMs) e de radiações ionizantes em todas as fases do processo de produção.

De olho na certificação

Para serem comercializados como orgânicos, os produtos devem ser certificados por organismos credenciados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Essa entidade é responsável por fiscalizar e acompanhar cada etapa da cadeia produtiva do orgânico.

Mais perto de você

Hoje, seções inteiras nos mercados já são voltadas a esse tipo de produto. Com a crescente procura, muitas marcas estão se atualizando e desenvolvendo versões sustentáveis de seus alimentos. QUAKER®, por exemplo, acaba de lançar a aveia mais famosa do mundo na opção orgânica.

Liderança Sustentável

Líder de mercado há 140 anos, QUAKER® promove o consumo de aveia por ser um grão com perfil nutricional de destaque. Seu baixo índice glicêmico e alto conteúdo de fibras permitem que ela seja consumida em diferentes momentos, promovendo melhora da qualidade da dieta e fornecendo energia. Agora, sua
versão orgânica ajuda a conservar recursos naturais, preservar a fertilidade do solo, proteger a água e o ar e ainda privilegia a qualidade de vida do trabalhador.