Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

6 maneiras para deixar a cozinha segura para as crianças

Como fazer com que o ambiente seja convidativo e seguro para os miniassistentes

Por Chloé Pinheiro (colaboradora) - Atualizado em 23 Apr 2019, 12h26 - Publicado em 25 May 2016, 13h00

Quer ver seu filho experimentando novos alimentos e comendo melhor? Incentive-o a colocar a mão na massa. As tarefas evoluem com o crescimento do pimpolho e seguem algumas regras para evitar acidentes. Confira:

Facas

As sem ponta estão autorizadas – sempre com supervisão. Todas as lâminas devem ser guardadas longe do alcance das mãozinhas.

Fogão

Continua após a publicidade

Alerte desde cedo para o risco de acidentes e não dexe a criança se aproximar sozinha. Mas mostre como o alimento se transforma ali.

Banquinhos

Eles facilitam atividades em bancadas e pias. Se for o caso, podem ser substituídos por mesas baixas para criar novas e acessíveis estações de trabalho.

Companhia

Continua após a publicidade

Embora estimular a autonomia seja um mandamento da culinária infantil, todas as tarefas merecem ser acompanhadas por um adulto.

Uniforme

Avental e luvas do tamanho certo ambientam o mestre-cuca. Porém, o mais importante mesmo é prender os cabelos e lavar bem as mãos.

Potes e tigelas

Continua após a publicidade

Para evitar acidentes, esqueça materiais como vidro e cerâmica. Os utensílios mais seguros são os feitos de silicone, plástico e aço inoxidável.

Publicidade