Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Livro examina a surpreendente cognição animal

Nova obra do biólogo Frans De Waal questiona a supremacia do cérebro humano e nossas constantes comparações com a inteligência de outros animais

Por Diogo Sponchiato 16 abr 2022, 10h44

Foi-se o tempo em que os bichos eram vistos como meras máquinas de estímulo e resposta. Estudos de observação de animais selvagens e experimentos em laboratório vêm comprovando que chimpanzés, elefantes, corvos e grande elenco são capazes de conceber estratégias mentais sofisticadas e antes só atribuídas à nossa espécie.

É o caso da criação e do uso de ferramentas, do estabelecimento de uma hierarquia social e de noções de passado e futuro. É com muito conhecimento (teórico e de campo) que o primatólogo holandês radicado nos Estados Unidos Frans De Waal nos apresenta o que há de mais novo e instigante no universo da inteligência animal.

O professor, que passou décadas estudando chimpanzés e pássaros, é um expoente de uma área de pesquisa conhecida como cognição evolutiva. Ela se debruça sobre como, ao longo do tempo e pelos ramos da árvore da vida, diferentes espécies chegaram a diferentes soluções biológicas e comportamentais para lidar com o ambiente e prosperar.

Em Somos Inteligentes o Bastante para Saber Quão Inteligentes são os Animais?, recém-lançado pela Zahar (clique aqui para ver e comprar*), De Waal traz exemplos incríveis do raciocínio de criaturas que vão de macacos a polvos e nos mostra quão descabidas são as comparações e as experiências que confrontam os bichos com os humanos e desafia a ideia de cultura como algo exclusivo do homem.

capa do livro
Capa: Zahar/Divulgação

Somos inteligentes o bastante para saber quão inteligentes são os animais?
Autor: Frans De Waal
Editora: Zahar
Páginas: 456

+ LEIA TAMBÉM: Neurocientista faz um raio X do comportamento humano

Pura habilidade

Exemplos da inteligência animal reunidos pelo autor no livro

Continua após a publicidade

Chimpanzés: usam pedras e troncos de madeira como ferramentas e mantêm uma hierarquia social altamente respeitada.

Polvos: seu sistema nervoso é espalhado pelos tentáculos, o que dá a eles percepções fora do comum. Escapam até de vidros com tampa rosqueada.

Corvos: têm uma linguagem impressionante, com vocalizações específicas para cada ave do bando, e criam táticas para enganar uns aos outros.

Elefantes: estão entre as raras espécies a reconhecer seu reflexo no espelho e chegam a emitir avisos particulares sobre homens tidos como perigosos.

Compartilhe essa matéria via:

*As vendas por meio desse link podem render algum tipo de remuneração para a Editora Abril.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês