Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Uma substância pode virar o primeiro remédio capaz de frear a osteoartrite

Em estudos iniciais, pesquisadores notaram que a molécula interrompeu o avanço da doença, também chamada de artrose. Nenhum tratamento faz isso hoje

Por Maria Tereza Santos 11 out 2018, 17h53

Cientistas do Instituto de Pesquisa Krembil, no Canadá, realizaram os primeiros testes de um tratamento com potencial de frear a osteoartrite – também conhecida como artrose. Essa degeneração das articulações provoca dor, dificulta o movimento e, atualmente, não conta com um medicamento verdadeiramente eficaz.

“Essa descoberta é importante porque não existem remédios ou terapias que impeçam o avanço da enfermidade. Atualmente, eles apenas amenizam os sintomas e a dor”, afirma, em comunicado à imprensa, o farmacologista e líder do estudo, Mohit Kapoor.

Como foi feita a pesquisa

Antes de tudo, os experts identificaram uma molécula presente no corpo, chamada de microRNA-181 a-5p. Acredita-se que ela cause inflamação e destruição da cartilagem das juntas – portanto, estaria intimamente ligada à artrose.

O próximo passo foi criar um bloqueador dessa partícula, na tentativa de interromper os danos provocados por ela. Aí, tecidos de animais e células coletadas de pacientes receberam doses desse candidato a tratamento contra a osteoartrite.

E os resultados iniciais foram positivos. No laboratório, o bloqueador de fato evitou a degeneração articular em células de joelho e da coluna.

“A tecnologia para barrar a osteoartrite ainda está no início, mas essa pesquisa já é um grande passo. Se conseguirmos desenvolver uma injeção efetiva e segura para os pacientes, essa descoberta pode mudar o jogo”, aponta a cirurgiã ortopédica do Hospital Toronto Western, Raja Rampersaud, que colaborou com o trabalho.

Segundo os estudiosos, a próxima etapa é determinar uma dosagem e desenvolver um método de injetar o bloqueador diretamente nas juntas.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)