Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Uma cartilha que ajuda a organizar os remédios

Para evitar confusões e perigos, hospital disponibiliza orientações e planilhas para imprimir e listar tudo que está em uso

Por Goretti Tenorio Atualizado em 29 jul 2021, 12h16 - Publicado em 29 jul 2021, 12h14

Com o avançar dos anos, é normal que uma porção de gente tome diferentes medicamentos no dia a dia. Se houver bagunça no esquema, podem ocorrer trocas, esquecimentos e até doses dobradas. Para ajudar nesse gerenciamento, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), no Rio de Janeiro, lançou uma publicação com dicas de organização.

“Além de colaborar com as famílias para evitar erros na administração dos remédios, a cartilha é uma ferramenta para o médico nas consultas”, diz a geriatra Mariangela Perez, do HSVP. “Com tudo listado, é possível saber o que o paciente de fato está tomando e fazer com mais segurança os ajustes necessários”, completa. Para baixar a cartilha, acesse aqui.

+ VEJA TAMBÉM: Entenda o papel dos anti-inflamatórios no tratamento da Covid-19

Facilidade e segurança na rotina

Medidas de conservação, manuseio e armazenamento reunidas na publicação:

Longe de luz e calor
Superaquecimento e umidade podem alterar as propriedades do medicamento.

Continua após a publicidade

Não reutilize frascos
Mesmo após a lavagem, eles mantêm resíduos que podem contaminar o que for guardado ali.

Na embalagem
Além do acesso à data de validade, manter nas caixas originais impede que as cartelas se misturem.

É para manter frio?

Se o produto exigir, guarde em caixa plástica na geladeira, mas nunca na porta.

Ao alcance dos olhos
Faça uma lista com todos os remédios receitados e deixe em um local visível.

Na hora certa
Caixas organizadoras etiquetadas por período do dia evitam trocas e esquecimentos.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade