saudeLOGO Created with Sketch.

Dia da Mentira: 5 enganos comuns sobre o uso de remédios

Em vez de propagar notícias falsas no Dia da Mentira, vamos combatê-las! O assunto: utilização correta dos medicamentos

No Dia da Mentira (1º de abril), a SAÚDE vai combater umas notícias falsas que são espalhadas aí sobre o uso de remédios. Para isso, nós contamos com a ajuda da Thaís Pereira, farmacêutica da rede de farmácias Extrafarma. Cada um dos tópicos a seguir é um engano pra lá de cometido pela população. Então não caia neles:

1) Todo medicamento tomado em jejum faz mal ao estômago

Alguns de fato podem acarretar esse problema. Já outros até devem ser ingeridos com o estômago vazio para facilitar a absorção pelo organismo.

Siga a recomendação de um médico ou farmacêutico. E leia a bula, claro.

2) É seguro tomar remédio vencido, mas com aparência normal

Sempre respeite o prazo de validade. Não há estudos confiáveis que indiquem que os remédios mantêm sua eficácia e segurança após o prazo recomendado. Nesse caso, portanto, não dá para confiar nos seus olhos ou no seu nariz.

3) Fitoterápicos não possuem efeitos colaterais

 

Qualquer fármaco pode causar reações adversas, inclusive os tidos como naturais. Além de sobrecarregarem o fígado em casos de consumo excessivo, os fitoterápicos às vezes interagem com substâncias presentes em outras drogas, convencionais ou não.

É aquela máxima: todo tratamento medicamentoso merece uma conversa com o profissional de saúde.

4) Não é preciso completar o tratamento se os sintomas desaparecerem

Isso é um perigo! O fim dos sintomas não indica a cura da doença. No caso dos antibióticos, a interrupção do tratamento antes do tempo indicado pelo médico chega a tornar as bactérias mais resistentes.

5) O banheiro é um bom lugar para guardar seus comprimidos

Por ser úmido e mais abafado, esse lugar não é a opção ideal. Para que não tenham sua composição alterada, os medicamentos devem ser mantidos em local fresco e arejado, longe da luz e de fontes de calor.