saudeLOGO Created with Sketch.

A doença de Crohn pode fazer o cabelo cair?

Médica explica o que esse distúrbio intestinal autoimune tem a ver com a saúde dos fios

A leitora Flávia Saraiva, de São Paulo, descobriu há dois anos que tem Crohn. Apesar de ter melhorado de uma anemia profunda, seu cabelo não para de cair. E, claro, ela quer saber se essa situação vai melhorar.

Bem, antes de tudo, é bom lembrar que, embora pouco conhecida, a doença de Crohn é séria: trata-se de uma inflamação crônica no trato intestinal sem cura. Os sintomas são diversos e vão desde fadiga, diarreia, perda de peso e náuseas até sangramento retal. E um problema bastante comum nos pacientes é a anemia profunda.

Isso porque o processo inflamatório também ocorre em uma área do intestino delgado chamado íleo, responsável pela absorção do ferro. Por causa da encrenca, o organismo não consegue obter direito esse nutriente, que é fundamental para a composição da hemoglobina, a proteína encarregada por distribuir oxigênio pelo corpo.

Quando os fios não recebem a quantidade de oxigênio necessária, ficam realmente mais suscetíveis à queda. Mas essa não é a única causa. “A perda de cabelo é multifatorial”, diz Andrea Vieira, médica e vice-presidente da Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD). “Ela pode ser motivada pela falta de vitamina D, por causa de efeitos de medicamentos… É fundamental ir ao médico para checar”, indica. Ou seja, ainda que a questão da anemia tenha sido resolvida, é possível que outros fatores estejam por trás da queda das madeixas. O jeito é investigar.