Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Nova escova elétrica promete higiene profissional

Dispositivo recém-lançado no Brasil alia cerdas macias a potência para eliminar placa bacteriana

Por Diogo Sponchiato 19 jun 2022, 10h11

Desenvolvida na Suíça, a escova Hydrosonic Pro, da Curaprox, chega ao Brasil trazendo uma tecnologia inédita que utiliza a água ou a própria saliva para amplificar as ondas produzidas pelo aparelho na hora de movimentar as cerdas ultramacias.

De acordo com o dentista Hugo Lewgoy, professor da Universidade Anhanguera (SP) e consultor da marca, isso promove uma limpeza mais precisa da superfície dos dentes, do intervalo entre eles e das margens da gengiva, e desorganiza, de forma mais eficaz, a placa bacteriana — cujo acúmulo provoca doenças na boca.

O dispositivo vem com três tipos de cabeça de escova e sete módulos de intensidade. Para usar, basta posicionar o equipamento sobre os dentes que ele realiza os movimentos das cerdas sozinho. A orientação é que fique entre dois e três segundos por dente.

Por dentro do aparelho

As funcionalidades da nova escova hidrossônica 

Recarga: a escova vem com um estojo de viagem e pode ser carregada na tomada ou via USB. Cada recarga rende cerca de 30 sessões de higiene bucal.

Cabeças: são três tipos, que podem ser trocados. Um para escovação mais suave, outro para limpeza mais potente e o terceiro para contemplar espaços entre os dentes, aparelhos…

Cerdas: são ultrafinas e macias. Com a energia mobilizada pela escova, podem remover a placa bacteriana sem impor desgastes aos dentes e traumas na gengiva.

Continua após a publicidade

Curvatura do cabo: com 10 a 15º de curvatura, o modelo favorece a faxina em locais de difícil acesso, como os dentes do fundo e a parte de trás dos anteriores.

+ LEIA TAMBÉM: Cuidados com os dentes não têm limite de idade

Vantagens & desvantagens

Segundo Ricardo Jahn, professor de odontologia da Universidade Santo Amaro (SP), as escovas elétricas levam uma pequena vantagem na limpeza sobre as manuais, considerando a última revisão científica sobre o tema. “Além de funcionarem como agente motivador, quando bem utilizadas, elas podem apresentar melhor resultado especialmente em dentes posteriores”, diz.

Entre possíveis desvantagens, o primeiro fator a pesar é o preço. A nova escova elétrica da Curaprox, por exemplo, custa 890 reais — mas deve-se ponderar que o uso se dá no longo prazo. Jahn cita ainda a necessidade de recarregar de tempos em tempos e a possibilidade de a pessoa imaginar que o dispositivo é suficiente para a higiene da boca e dispensar outros cuidados, como o emprego do fio dental.

Compartilhe essa matéria via:

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)