Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Calor de tirar o sono

Estudo da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, indica que o aquecimento global já está piorando o padrão de sono das pessoas

Por Regina Célia Pereira
9 dez 2023, 12h44

Não é fácil relaxar e pregar os olhos quando o termômetro decola.

Pois um estudo da Universidade Harvard, nos EUA, indica que o aquecimento global já está piorando o padrão de sono das pessoas, sobretudo dos idosos.

Os experts concluíram, após avaliar indivíduos acima de 65 anos, que a temperatura do quarto deve oscilar entre 20 e 25°C para que o repouso seja eficiente.

+ Leia também: A febre do planeta: como o aquecimento global mexe com a nossa saúde

Se passar dessa marca, lá vem prejuízo ao descanso e à saúde.

Continua após a publicidade

“Temperaturas extremas e inconstantes dificultam o sono. E, com o envelhecimento, o organismo tem uma menor capacidade de termorregulação e de adaptação às variações do clima”, explica o geriatra Omar Jaluul, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo.

Saiba como reduzir os incômodos ocasionados pela onda de calor.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.