Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

O Futuro do Diabetes

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Carlos Eduardo Barra Couri é endocrinologista, pesquisador da USP de Ribeirão Preto e criador do Endodebate e do Diacordis. Aqui ele mapeia os cuidados e os avanços para o controle do diabetes
Continua após publicidade

Em estudo, Ozempic reduz complicações renais de pessoas com diabetes

Trabalho apresentado em congresso aponta redução de indicação de diálise, transplante e mortes por doença nos rins

Por Carlos Eduardo Barra Couri
Atualizado em 24 Maio 2024, 11h24 - Publicado em 24 Maio 2024, 10h38

Muito se fala dos efeitos antiobesidade da semaglutida (o seu nome comercial, Ozempic, tornou-se famoso nos últimos tempos). Mas poucos sabem que este medicamento possui diversas outras ações, menos famosas.

A mais nova delas é um efeito protetor nos rins. Nesta sexta (24), durante o Congresso da Associação Européia de Rim na Suécia, foram divulgados os resultados do estudo FLOW, que avaliou os efeitos da semaglutida 1mg subcutânea semanal na função renal de portadores de diabetes tipo 2.

O interessante neste trabalho é que o peso corporal não era um dos critérios de inclusão dos participantes. Participaram da pesquisa indivíduos com a doença com mais de 18 anos e algum grau de comprometimento da função dos rins. Metade dos voluntários tomou o tratamento convencional mais o medicamento, metade recebeu o esquema padrão mais um placebo.

No estudo, a semaglutida promoveu uma redução de 24% na ocorrência de morte por causa renal, indicação de diálise, transplante de rim, morte de causa cardiovascular (dentre outros) ao longo de cerca de 3 anos de acompanhamento. Vale destacar que o seguimento foi interrompido antes do previsto devido aos benefícios precoces.

O peso médio dos participantes foi de 89 kg e o índice de massa corpórea (IMC) de 32 Kg/m2. Aqueles que usaram o remédio tiveram uma redução de peso de 4Kg e uma maior diminuição da pressão e da glicose em relação ao grupo placebo.

+ Leia também: Ozempic: os riscos de usar apenas para perder uns quilinhos

Continua após a publicidade

Ozempic além do peso

O uso no tratamento do diabetes tipo 2 é o grande motivo de o Ozempic estar nas prateleiras do Brasil. Aliás, essa é sua única aprovação oficial no país no momento.

A redução da glicose é a mais expressiva já vista até hoje entre os medicamentos aprovados mundo afora. Depois, o princípio ativo ficou famoso por seu efeito na redução do peso corporal.

Há, ainda, evidências de que ele pode reduzir o risco de infarto do coração, derrame cerebral e morte por causas cardiovasculares naqueles com diabetes ou naqueles sem diabetes, mas com excesso de peso.

Os pesquisadores envolvidos neste novo estudo dizem que os potenciais benefícios nos rins possivelmente independem somente da perda de peso.

Entre os possíveis mecanismos para explicar o efeito, está o controle do processo inflamatório em nível renal. Ou seja, não que não seja importante, mas reduzir os efeitos da semaglutida à mudança na balança é simplificar e muito seu mecanismo de ação.

Continua após a publicidade

Os rins de que tem diabetes

A doença renal crônica é uma das complicações mais frequentes naqueles com diabetes, e acomete cerca de 10 milhões de brasileiros. E o diabetes é uma das principais causas deste quadro.

Estima-se que cerca de 60% dos brasileiros desconheçam esta condição por ela ser silenciosa nos seus estágios iniciais.

Após tanto tempo sem novidades científicas na prevenção da insuficiência renal, agora temos mais uma belíssima novidade da ciência para nossos pacientes.

E nunca é demais afirmar que a prevenção da insuficiência renal também deve ser feita com hábitos saudáveis de vida como exercícios regulares, alimentação saudável, evitar excesso de ingesta de sal, controlar diabetes e pressão arterial, cessar o tabagismo, evitar excesso de bebidas alcóolicas e manter acompanhamento médico regular.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.