Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
O Futuro do Diabetes Por Blog Carlos Eduardo Barra Couri é endocrinologista e pesquisador da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), além de autor do livro O Futuro do Diabete (Ed. Abril). Aqui ele mapeia os cuidados e os avanços para o controle do problema

A união de biologia e tecnologia pode criar o 1º pâncreas bioartificial

Um dispositivo promissor pode, no futuro, medir a glicose dos pacientes com diabetes e automaticamente aplicar a dose certa de insulina

Por Dr. Carlos Eduardo Barra Couri 21 fev 2020, 16h35

Há mais de três décadas, pesquisadores de todo o mundo se esforçam para desenvolver um pâncreas artificial que ajude pessoas com diabetes. A ideia é criar um dispositivo capaz de automaticamente medir as flutuações da glicose e, em seguida, aplicar a insulina. Tudo isso sem que o paciente tenha de se preocupar em contar carboidratos na dieta, analisar gráficos, calcular a dose de insulina…

Pois há uma nova promessa nesse front: a empresa Defymed, especialista em produtos médicos implantáveis, desenvolveu o MailPan. É uma espécie de bolsa implantável dentro do corpo, na parte mais superficial da parede do abdômen, e que contém no seu interior células produtoras de insulina geradas em laboratório a partir de células-tronco embrionárias.

A bolsa do dispositivo atua como uma espécie de escudo, impedindo o ataque do nosso sistema imunológico contra as tais células produtoras de insulina, que não possuem o mesmo DNA do paciente e, por isso, são vistas como inimigas. Em contrapartida, a mesma bolsa permite que essas células entrem em contato com o sangue da pessoa, detectando as concentrações de glicose em tempo real. A partir daí, elas secretariam a insulina de acordo com a necessidade. É um pâncreas bioartificial, assim por dizer.

A nova tecnologia ainda possui dois conectores ligados ao meio externo para que novas células produtoras de insulina sejam infundidas de tempos em tempos, segundo a necessidade.

Experimentos em camundongos e porcos mostraram sucesso no controle da glicose, porém pesquisas em humanos ainda não foram conduzidas. Apesar de o MailPan ser promissor, temos que aguardar resultados de eficácia e segurança de estudos sérios e bem feitos entre os indivíduos com diabetes.

Vamos aguardar!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês