Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Com a Palavra

Por Blog
Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde
Continua após publicidade

Intimidade artificial

Uma reflexão sobre aqueles momentos em que estamos ao lado de outras pessoas, mas distraídos com tarefas, telas, redes sociais...

Por Bruna Buás, diretora de marketing do Grupo Boticário*
27 dez 2023, 16h58

Viver nesse mundo de estímulos, conversas e telas luminosas é uma loucura, não é mesmo? Parece que a cada dia nos afastamos um pouco mais daquilo que realmente importa: a verdadeira conexão humana. E é aí que essa tal de “Intimidade Artificial” entra, meio que sorrateira, roubando a essência dos momentos que deveriam ser compartilhados de coração aberto.

Quando foi a última vez que você realmente se conectou com alguém, olhos nos olhos, sem a distração constante dos fatores externos? E se pudéssemos resgatar a magia das conexões reais?

Em um mundo onde a urgência e o tempo das coisas são ultrapassados e nos mantêm constantemente ocupados, é fácil esquecermos o valor de estarmos verdadeiramente presentes. Mas, como mãe, descobri que existe uma magia especial em criar laços reais, em viver o momento sem distrações, e essa magia se chama “amor presente”.

+Leia também: O lado B de dezembro e os gatilhos para a síndrome do fim de ano

Continua após a publicidade

Como mãe, entendo que a vida muitas vezes se move em um ritmo frenético. Entre compromissos, trabalho e as inevitáveis tarefas domésticas, é tentador cair na armadilha da multitarefa constante.

No entanto, ao refletir sobre a importância de estar presente na vida do meu filho, percebi que resgatar o amor das conexões reais é essencial para construir memórias duradouras e significativas.

E vai além de estar fisicamente presente. É sobre estar de verdade, com a mente, o coração e a atenção totalmente dedicados ao momento. Quando nos permitimos desligar de qualquer distração e nos entregamos completamente, criamos um espaço para essa conexão, de fato, acontecer.

Continua após a publicidade

Lembro-me de uma tarde chuvosa em que, em vez de ceder à tentação de mergulhar em qualquer entretenimento diverso ou nas preocupações de demandas que estavam por vir, decidi dedicar meu tempo a brincar com meu filho. Juntos, desenhamos, contamos histórias, nos olhamos nos olhos.

BUSCA DE MEDICAMENTOS Informações Legais

DISTRIBUÍDO POR

Consulte remédios com os melhores preços

Favor usar palavras com mais de dois caracteres
DISTRIBUÍDO POR

Foi nesse momento que percebi a importância disso – as risadas, os sorrisos e a conexão que compartilhamos não teriam sido os mesmos se eu estivesse distraída por pensamentos e mensagens.

Continua após a publicidade

A sociedade muitas vezes nos faz acreditar que demonstrar amor envolve presentes materiais. No entanto, ser um amor presente não se trata de embrulhar algo bonito em papel colorido.

Trata-se de investir tempo de qualidade, construir laços emocionais que resistirão ao teste do tempo. São essas as memórias que permanecem em nossos corações, proporcionando conforto nos momentos difíceis e alegria nos momentos felizes.

Ao observar meu filho crescer, percebo que as lembranças mais preciosas não serão necessariamente ligadas a presentes caros, mas sim aos momentos em que estivemos ali um para o outro. São os abraços apertados, as histórias contadas na hora de dormir e as aventuras compartilhadas que fazem o coração dele se transbordar amor e segurança.

Continua após a publicidade

Além de impactar a vida do meu filho, descobri que ser um amor presente também tem um efeito profundo em mim. Encontrar tempo para estar totalmente entregue nas interações diárias não só fortaleceu os laços familiares, mas também trouxe uma sensação renovada de felicidade e realização à minha vida.

Resgatar a magia das conexões reais é um ato de resistência. É uma escolha consciente de desacelerar e de valorizar as relações. É um lembrete para todos nós.

+Leia também: Diálogo é tudo na relação entre pais e filhos

Continua após a publicidade

Da próxima vez que estiver com alguém que ama, seja presente, abra seu coração e permita-se vivenciar esse encanto. Faça essa imersão emocional. “É hora de despertar para o amor verdadeiro”.

“Seja Um Amor Presente” não é só movimento de Natal; é um convite para repensarmos sobre como estamos nos conectando, trazendo de volta a magia do verdadeiro amor em tempos de “Intimidade Artificial”.

*Bruna Buás é diretora de marketing do Grupo Boticário, mãe e admiradora da magia do Natal

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.