Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Coisas de Homens Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Sexo, libido, ereção, prevenção de doenças… O bem-estar dos homens está na mira do urologista João Brunhara, diretor médico da Omens, plataforma que trata da saúde sexual masculina
Continua após publicidade

É normal ter o pênis torto?

Muitos homens se preocupam em saber se o pênis tem um tamanho normal. Mas e se o órgão fizer uma curva?

Por João Brunhara
Atualizado em 17 abr 2023, 17h09 - Publicado em 17 abr 2023, 16h54

Muitos homens apresentam uma curva no pênis quando ele está em ereção, e notam isso desde o começo da adolescência.

Esse tipo de situação se chama pênis curvo congênito. Na verdade, é bastante comum existir algum grau de curva em praticamente todos os homens, afinal, o pênis não é um objeto industrial.

Essa curvatura acontece por uma assimetria entre os dois lados do órgão, que se acentua durante a ereção, e pode ser para cima, para baixo ou para os lados.

Porém, na maioria dos casos, a curvatura peniana é discreta e não traz maiores consequências para a vida pessoal ou sexual.

Continua após a publicidade

Acontece que numa minoria dos casos (em menos de 1% dos homens), uma curvatura muito acentuada pode trazer prejuízos, como dificuldade para a penetração e mesmo dor e desconforto – para o dono do pênis ou para a pessoa sendo penetrada.

+ LEIA TAMBÉM: Existe remédio caseiro para melhorar a ereção?

Tem solução?

Nessas situações em que o pênis torto chega a incomodar, pode ser proposto um tratamento cirúrgico que corrige a curvatura e retifica o órgão.

Continua após a publicidade

Enquanto as técnicas mais antigas promoviam encurtamento significativo do pênis, as cirurgias mais recentes minimizam esse efeito colateral.

Porém, esse tratamento não deve ser banalizado e fica restrito aos pacientes com efetivo incômodo.

Uma outra situação é quando o pênis teve um certo formato durante a vida toda e passa a apresentar curvatura após os 40 ou 50 anos.

Continua após a publicidade

Provavelmente, estamos diante da Doença de Peyronie, quando acontece uma fibrose de uma parte do pênis, e o órgão tende a ficar curvado apontando para o lado dessa fibrose.

Nos primeiros seis a 18 meses após a doença se instalar, que é a fase aguda, não é indicado nenhum tratamento cirúrgico.

+ LEIA TAMBÉM: Por que os homens têm dificuldade para urinar com o passar do tempo?

Algumas medicações (como vitamina E e colchicina) podem ser usadas para tentar reduzir a curvatura em longo prazo, mas a eficácia desses remédios é questionável.

É possível ainda recorrer a métodos como uma tração com extensor peniano, mas o paciente precisa ter disciplina e comprometimento.

Por fim, após a fase aguda, podem ser propostas técnicas cirúrgicas visando retificar o pênis e preservar seu tamanho original.

Continua após a publicidade

Mas, novamente, essas cirurgias ficam restritas a pacientes que sofrem um incômodo concreto com a curvatura.

Resumindo: ter o pênis ligeiramente torto desde a adolescência é totalmente normal.

Porém, curvaturas que surgiram na idade adulta ou que incomodam seu dono merecem atenção de um urologista.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.