Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Chegue Bem Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Você pode (ou melhor, deve) se preparar para um envelhecimento saudável. A geriatra Maisa Kairalla, da Universidade Federal de São Paulo e da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, ensina como
Continua após publicidade

Gerascofobia: o medo de envelhecer que atinge os jovens

Ideia de que existe uma idade limite para atingir a realização pessoal e profissional pode trazer frustrações a jovens que ainda não alcançaram esse patamar

Por Maisa Kairalla
4 jan 2024, 15h48

Uma pesquisa da Sociedade Real para a Saúde Pública do Reino Unido, feita em 2018, aponta que 40% dos entrevistados entre os 18 e 24 anos tinham visões negativas sobre a velhice.

Em outro levantamento, encomendado pela Pfizer, concluiu-se que 90% da população brasileira tem medo de envelhecer. E esse medo tem nome: gerascofobia.

Isso acontece porque muitas pessoas acreditam que existe uma idade limite para atingir a realização pessoal e profissional, conquistar bens materiais, casar, ter filhos… Muitas vezes, essa “idade ideal” fica entre 18 e 24 anos.

Por isso, muitos jovens que ainda não alcançaram esse patamar se frustram, sentindo que estão atrasados e travando uma luta contra o tempo – que se torna um grande inimigo.

+ Leia também: A trilha da longevidade brasileira

Outro ponto que assusta é o envelhecimento natural do corpo, como o aparecimento de marcas de expressão. O maior vilão para essa disforia é, hoje em dia, a internet.

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, é fácil encontrar filtros que transformam o rosto em algo ilusório. E a consequência desses recursos tecnológicos é a alta demanda para cirurgias plásticas no país.

Através de uma pesquisa conduzida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), foi identificado que houve um notável crescimento de 390% na busca por procedimentos estéticos pelo Brasil. É alarmante.

Jovens com visões negativas sobre a velhice ainda não entenderam os prazeres de envelhecer. Passamos por diversas fases na vida: várias na infância, juventude e adolescência. Crescemos, nosso corpo aumenta em altura e peso, desenvolvemos diversas habilidades dia após dia, sejam cognitivas, comportamentais ou sociais.

+ Leia também: Conheça 8 medidas que podem atrasar o envelhecimento em 6 anos

Você já se perguntou quando o envelhecimento começa? Não podemos negar que o organismo está em constante envelhecimento. No entanto, o declínio cognitivo começa relativamente cedo, entre os 20 e os 30 anos, mesmo em pessoas saudáveis.

Continua após a publicidade

O que eu quero dizer com tudo isso? Bom, temos que ter em mente que o envelhecimento não começa na idade em que você se sente atrasado por não ter cumprido alguma meta, mas sim a partir do momento em que nascemos.

Envelhecer faz parte da vida e cada jornada é única. Não compare a sua grama com a do vizinho. Escreva a sua própria história, deixe o medo de envelhecer de lado e aproveite cada dia da sua existência.

Desafios, metas, realizações e conquistas vão surgir – assim como as rugas e os cabelos brancos. Vá no seu tempo, cuide da sua saúde desde sempre e chegue bem à velhice!

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.