saudeLOGO Created with Sketch.

Vacinação em cães e gatos: tire suas dívidas

Conheça as vacinas que os cães e gatos devem tomar, mesmo depois de adultos

Vacinação em cães e gatos: tire suas dívidas

Fique de olho no calendário de vacina do seu bichinho
Foto: Getty Images

 

Não descuide do seu bicho de estimação. E, atenção, depois de adulto é preciso repetir a dose de todas as vacinas abaixo anualmente. Confira!

Para cães

Vacina V10: ela é um avanço em relação à V8. A primeira dose deve ser dada a partir dos 45 dias, a segunda aos 90 e a terceira aos 120. Protege contra a cinomose (traz danos neurológicos e respiratórios), a parvovirose e a coronavirose (provocam diarréia), a hepatite (ataca o fígado), a leptospirose (causa dores musculares) e a parainfluenza (compromete os pulmões).

Bordetella: previne a tosse infecciosa e é aplicada aos 90 dias.

Giárdia: protege contra o protozóario causador da diarréia. Indicada aos 90 dias.

Anti-rábica: combate a raiva. A primeira dose deve ser tomada aos 120 dias.

Para gatos

Tríplice felina: deve ser aplicada a partir dos 45 dias de idade. Protege contra a rinotraqueíte (doença que ataca o sistema respiratório), o calicivírus (provoca danos aos pulmões) e a panleucopenia (causa diarréia).

Clamídia: a primeira dose deve ser dada aos 45 dias de idade. O bichano imunizado fica livre das infecções respiratórias.

Anti-rábica: gatos também podem ser vítimas da raiva. Por isso, devem ser vacinados a partir dos 120 dias de vida.