saudeLOGO Created with Sketch.

Sexo na meia idade faz bem. Mas, às vezes, pode afetar o coração

Uma curiosa pesquisa sugere que alguns homens têm um risco maior de problemas cardiovasculares quando transam mais de uma vez na semana

Com base em dados de 2 mil pessoas de 57 a 85 anos, um levantamento da Universidade Estadual do Michigan, nos Estados Unidos, chegou a uma conclusão positiva apenas para um lado do casal.

Leia mais: O guia de posições sexuais para quem tem dor nas articulações

Os homens que relataram ter relações sexuais no mínimo uma vez por semana eram quase duas vezes mais propensos a sofrer um piripaque cardiovascular quando comparados aos menos ativos. Já entre as mulheres o resultado foi bem diferente. Desde que prazeroso, o sexo esteve associado a ganhos à saúde independentemente da frequência.

Até existem hipóteses para explicar os achados: os homens mais velhos teriam dificuldade de chegar ao orgasmo, e o esforço sobrecarregaria a pressão e o peito. A descoberta, porém, não significa que sexo faz mal. “Com moderação, ele traz benefícios a todos e ajuda a conter os fatores de risco cardiovascular”, atesta a autora do estudo, Hui Liu.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.